adeus, até nunca mais!


Hoje vou estar na rua. Para que estes e outros mortos-vivos vão e não voltem. E, se voltarem, que seja na carreta dos dejectos perdidos. Adeus, até nunca mais!

Comentários