23/01/12

polvo laranja é contra natura, mas tudo o que vem dali é mesmo assim

que lindo friso de coristas!

povo livre? livra!


Capa do Povo Livre de 16 de Março de 2011. Felizmente que, agora, os sacrifícios adicionais sobre os sacrifícios adicionais contam com o apoio, às vezes velado, às vezes às escâncaras, do PS de Tozé Seguro. Nem todos podem ter a visão de Estado de um Coelho, de um Relvas, de um Menezes, só para citar alguns dos figurões que abrilhantam o frontispício.

notícias da casa real

Apertam-nos, espoliam-nos, sufocam-nos com impostos, aumentos, emolumentos e outros encargos, todos os dias se inventa mais um para nos levar à falência. Mas há três ex-presidentes da república que, entrementes, nos custam, a nós, quase um milhão de euros por ano. Isto, somado aos gastos de Cavaco em Belém que, segundo se diz, são maiores do que os da casa real espanhola, fariam com que, num país normal, a revolta e a indignação andassem bem vivas pelas ruas e se exigisse a demissão imediata de toda esta camarilha que se apoderou do poder para melhor nos esmifrar. Mas em Portugal nada acontece. Apupa-se Cavaco. Mas nunca os restantes políticos, uma catrefa deles que, ao longo de décadas, fizeram leis em seu proveito e se aproveitaram da política para abocanharem carreiras privadas regiamente pagas. Até quando vamos pagar? Até quando vamos calar os insultos e abusos desta gente hedionda?

Imagem: http://wehavekaosinthegarden.blogspot.com

sim, aceitamos

entre mortos e feridos, alguém há-de escapar





a crise, quando nasce, é para todos

Fonte: http://henricartoon.blogs.sapo.pt/

é do kaos que a gente gosta mais


O meu amigo Kaos, a quem eu roubo que se farta, bonecos e indignações várias, está entre os finalistas dos melhores blogues de 2011 numa votação promovida pelo Aventar, outro dos blogues cá da casa. Como tenho mais do que um dever de gratidão para com o We Have Kaos in the Garden, é com prazer que apelo para que votem nele, para que nos continue a deliciar e a alertar para o que vai mal por esse nabal de coelhos e cavacos de uma terra cada vez mais estéril.

Vote pois. Aqui:
http://aventar.eu/blogs-do-ano-2011/

aula de português

22/01/12

para quê comprar silampos se agora há marca PSD que é melhor e mais barata?

Fonte: http://www.elfrascoon.blogspot.com/

as agências de rating que se lixem, mantemos teimosamente o triplo A

Álvaro, Alberto e Aníbal: o triplo A que nos saiu na rifa.

em defesa do presidente da república

Calma aí, nada de indignações antes de tempo! O que Cavaco Silva disse foi absolutamente condenável e pouco inteligente. Certo. De acordo. Mas enquanto nos entretemos a escavacar Cavaco, os outros andam por aí à solta. Exploram-nos. Gozam-nos. Humilham-nos. Tratam-nos com a sobranceria, o desprezo de senhores feudais. Mas, como se viu em Guimarães, enquanto Cavaco era apupado o Álvaro da Concertação foi aplaudido. 

Por isso, o que proponho é: deixemos por agora Cavaco e concentremo-nos a apupar o Coelho, mais o Álvaro, mais o Gaspar, mais os dois Macedos, mais a Cruz, mais o Crato, mais o Branco, mais a Cristas, mais o Zorrinho e o Seguro, mais o Portas e a Caeiro, mais a Esteves e os outros todos. Exercitemos os pulmões. Vamos precisar deles.

e nós a pagar

Estamos em austeridade. É o que dizem sempre que nos querem ir aos bolsos. Mas eles não se privam, nem em assessores e motoristas nem em subsídios e subvenções nem em automóveis e alcavalas nem em almoços, jantaradas e passeatas. Mais importante do que ver quem é vaiado ou aplaudido, isso vale o que vale, é reparar na quantidade de figurões, dos mais variados partidos, que ali foram comer à conta. A corja goza connosco. E nós deixamos. Porque vaiar é pouco, é nada. Correr com eles, isso sim, era obra e era a nossa salvação.

comércio de carne laranja, o único que, em portugal, não está em risco de falência

Fonte: http://wehavekaosinthegarden.wordpress.com/

a sagrada família

bardamerda


Já alguma vez pediu um empréstimo para compra de casa? Se assim foi, como reagiria se o banco lhe tivesse imposto, como condição, a casa que deveria escolher, a mobília que deveria comprar e, até, quantas vezes deveria tomar banho, para não entupir os canos nem encher as paredes de humidade?

Pois é isso mesmo que se passa com a famigerada troika e com a sua desinteressada "ajuda". Emprestam-nos dinheiro mas, em troca, dizem-nos onde poupar, na saúde e na educação dos nossos filhos, e até as jóias que devemos vender para amortizar parte do empréstimo.

Aos banqueiros metediços, à generosa troika, só há uma resposta a dar-lhes: um tonitruante bardamerda!