Mensagens

A mostrar mensagens de Maio 6, 2012

passos afirma que desemprego pode ser oportunidade de mudar de vida

Imagem
Então para quem tem  mais de 50 anos, nem queiram saber!

passos nunca falta à verdade, esse é trabalho para o coelho

Imagem

fornecedores em saldos (grande promoção pingo doce)

Imagem

sorrisos amargos

Imagem

bernardo sassetti

Imagem

vá para o jardim brincar!

Imagem

hoje, há lá livros

Imagem

gentes da minha terra, agentes de outras terras

Imagem
Os últimos bonecos do We Have Kaos in the Garden. Falam por si. Não precisam de mais palavras. São as gentes da nossa terra, agentes do pior dos capitalismos ou, na melhor das hipóteses, opositores civilizados, cordatos, inúteis.

socorro, ajudem-me que eu não sou bom em contas

Imagem
Sendo de boas contas, não sou bom em contas. Depois de ter visto a entrevista que Alexandre Soares dos Santos (ASS) deu na SIC ao mordomo, perdão, ao economista de serviço, ainda fiquei mais baralhado. O manganão, com o seu ar de lorde inglês vestido e engravatado na Rua dos Fanqueiros, jurou a pés juntos que nem o Pingo Doce fez dumping nem os produtores foram obrigados a suportar os 50% de desconto da campanha do dia que, se desse filme, se haveria de chamar "Terror no Supermercado". Mais acrescentou o bom homem, a pain in the ASS já se vê, que não teve prejuízo mas sim, se a memória não me engana como engana a fantasia, um lucro de 24 milhões de euros. Portanto, se fiz bem as contas, mas o caso é tão extravagante que duvido dos meus dotes matemáticos, além de outros que não vêm à colação, as margens de lucro do Pingo Doce superam os 50%. Se assim é, é roubo ou, na melhor das hipóteses, ASS é como as mulheres da vida, mas a essas, ao menos, tenho-lhes respeito: ASS ganha …

já repararam que estamos a viver um momento crucial?

Imagem
Por José M. Castro Caldas http://ladroesdebicicletas.blogspot.pt
Bem sei que quando as coisas se tornam muito feias todos temos alguma inclinação para não querer ver, não querer saber… Mas a verdade é que estamos a viver dias que irão marcar o resto das nossas vidas. A Grécia, um pequeno país, muito parecido, em muita coisa, e na sua situação, com Portugal, está a ser encostado à parede nesta Europa da “paz e solidariedade”. A Grécia enfrenta na sua digna recusa do suicídio enormes perigos. Mas parece-me que os perigos que o Golias desta história enfrenta não são menores. O impacto de um incumprimento Grego sobre a banca europeia, sobre os Estados que contribuíram para os fundos europeus e sobre o próprio FMI será enorme, sobretudo quando há outras Grécias, e bem maiores, a seguir pelo mesmo caminho. A Portugal, segundo na linha do pelotão de fuzilamento, competia estar com a Grécia e não a choramingar debaixo das saias da mãezinha caprichosa. Aos portugueses compete fazer o que o gov…

o holocausto

Imagem
Hoje, em Damasco.


verdades inconvenientes

Imagem

luta de classes, a coisa que nunca existiu

Imagem
"Ah, doce juventude, ociosa e breve, tão belos prazeres, gozados longe de tanta gente feia, horrorosa, pindérica. A luta de classes, pois é, a luta de classes, coisa horrível que nunca existiu, e que permitiu que os filhos dos criados frequentassem a universidade e se tornassem letrados. Horrorosos e pindéricos."
O texto, sobre esse grande articulista e pensador Vasco Pulido Valente (Valente não sei se é mas polido não será, perdoem-me a facilidade do trocadilho), está todo aqui, para seu prazer: http://arrastao.org/2529564.html

arrufos de namorados?

Imagem
Imagem: http://wehavekaosinthegarden.wordpress.com/

Só o tempo dirá se François Hollande é mais um dos muitos socialistas que dizem muita coisa, prometem mundos e fundos mas, chegados ao poder, fazem o jogo do pior dos capitalismos. Temos tido muitos exemplos, daí o meu mais do que justificado cepticismo. Os sociais-democratas europeus*, que algum mérito tiveram no passado, desacreditaram-se. Salvará Hollande a honra do convento? Por agora, a procissão ainda está no adro. 
* Claro que, por social-democratas, não se entenda o PPD/PSD, um partido sem ideologia a não ser a do dinheiro, que tanto pode ser neoliberal, como neste momento, ou outra coisa qualquer, conforme os ventos sopram.

"eu não minto, eu não engano, eu não ludibrio", palavras de vítor gaspar hoje na assembleia

Imagem

ah, entendi!

Imagem
Imagem roubada ao blogue http://aventar.eu

o governo invisível

Imagem
Por Baptista Bastos http://www.dn.pt
A Europa não ficará rigorosamente igual, depois das eleições em França e na Grécia. O príncipe de Lampedusa, n'O Leopardo, dizia ser preciso alterar alguma coisa para que tudo ficasse na mesma. Em França, o "sistema" rotativo, usual nas democracias ocidentais, que foram feitas para ceder à "organização", a ilusão de tábua rasa permanece. A percentagem com que Hollande ganhou a Sarkozy é significativamente escassa. E a ascensão da Frente Nacional reforça a ideia de que os franceses desejam manter o maniqueísmo que faz parte da sua história. Apesar do descrédito que o "socialismo" actual arrasta consigo, um pouco por todo o lado, Hollande conseguiu escorraçar Sarkozy. A França da Revolução é, também, a França xenófoba, racista, patrioteira, com sentimentos ambivalentes em relação à Alemanha (lembremo-nos de Vichy e do colaboracionismo) e os reverentes salamaleques de Sarkozy à senhora Merkel deram azo a um mal-estar …

arame farpado? toma!

Imagem
Quase ouvia já o som de botas cardadas em passo marcial. A extrema-direita avança. E os neoliberais que dominam muitos dos governos europeus, para mim pouco menos do que fascistas mas com mais verniz e cinismo, ajudam a montar o festim onde nós somos a carne a devorar.
Quase via já, no horizonte, os campos cercados a arame farpado. A imprensa é manipulada, amordaçada ou, pura e simplesmente, mentirosa. Os cidadãos têm voz, mas de pouco lhes vale a liberdade se lhes falta tudo o mais, pão, educação, saúde, trabalho. O medo de perder o emprego impede-os de se manifestarem, de fazerem greve, de exercerem o seu direito de protesto. Quando vão a votos, vão condicionados pelo  populismo, falsas promessas, ameaças veladas, desinformação, embuste, um obscurantismo que persiste trinta e tantos anos depois de Abril.
As eleições, a francesa e mais ainda a grega, vieram abalar a muralha ferozmente defendida pela dona Angela, chanceler alemã, e os seus chefes, os que de facto mexem os cordelinhos…

lá, onde renasce a esperança

Imagem
Alexis Tsipras, dirigente do Syriza, a segunda formação política mais votada nas eleições gregas e, neste momento, a tentar formar governo, escreveu em Fevereiro a carta que se segue, endereçada à Comissão Europeia e a outras instâncias governamentais da Europa.
Pergunto: não era isto que você queria também? 
Excelentíssimos senhores e senhoras,
Envio-vos esta carta para alertar-vos para uma questão de ordem democrática de urgente importância para a Grécia. Tem a ver com o compromisso assumido nos últimos dois dias pelo governo Papademos, chefiado pelo sr. Lucas Papademos. Permitam-me que vos recorde que se trata de um governo não-eleito, que não tem apoio popular e atuou consistente e conscientemente contra a vontade do povo grego. Este governo não tem legitimidade democrática para comprometer este país e o seu povo nos próximos anos e as próximas gerações. Este défice de legitimidade está em conflito com a rica tradição democrática dos vossos próprios países. A manter-se desta forma…

mais uma vez, os gregos provam que os têm no sítio; se não temos, importemos

Imagem

o dinheiro, à grande e à portuguesa

Imagem

o traque que aquele dinossauro deu, não foi ele, nem eu

Imagem
Diz hoje o DN que os gases dos dinossauros foram responsáveis por um período de aquecimento global. Agora, os puns são outros mas o aquecimento global está aí para nos derreter a moleirinha. São as flatulências dos senhores do dinheiro (sim, sempre eles, os do império do mal!) que, combatendo os ecologistas, comprometem o futuro da Terra. Mas respeitar a Natureza - e, em última instância, a vida - não dá lucro. Como se sabe. E como se vê.

propostas radicalmente radicais de um partido extremamente extremista e radicalmente radical, o syriza

Imagem
Por Sérgio Lavos http://arrastao.org
"1) Imediato cancelamento de todas as medidas vigentes de empobrecimento, como cortes nas pensões e salários;
2) Cancelamento de todas as medidas vigentes que vão contra os direitos fundamentais dos trabalhadores, como a abolição dos contractos colectivos de trabalho;
3) Abolição imediata da lei garantindo imunidade aos deputados e reforma da lei eleitoral (principalmente a questão dos 50 deputados bónus para o partido vencedor);
4) Investigação aos bancos gregos e imediata publicação da auditoria feita ao sector bancário pela BlackRock;
5) Uma comissão de auditoria internacional para investigaras causas do défice público da Grécia, com uma moratória em todo o serviço de dívida até serem publicados os resultados da auditoria."
Os media andam histéricos com o radicalismo do partido que ia ganhando as eleições na Grécia. Esquecem-se de que o partido de direita que ganhou as eleições desistiu de formar Governo ao fim de poucas horas. E claro, def…

já a minha mãe dizia, "com as calças do meu pai também eu sou um homem"

Imagem
Então não é que os chicos-espertos do Pingo Doce vão agora obrigar os seus fornecedores a pagar os 50% de desconto feitos no dia 1 de Maio? E isto é legal? Vale tudo neste país? Podem, unilateralmente, reduzir para metade o valor das facturas?
Pena o Pingo Doce não vender fiado. Porque seria bom promover uma campanha para lhes pagar apenas metade das dívidas.
Isto, somado ao facto dos dirigentes do Pingo Doce terem decidido oferecer 50% de desconto aos seus funcionários - menos aos que não foram trabalhar no dia 1 -, são provas irrefutáveis de que esta empresa é administrada por gente pouco recomendável.
Por mim, prolongo o meu boicote pessoal ao Pingo Doce. Ad aeternum.

por favor, deixem-se de merdas!

Imagem
O vernáculo, às vezes, dá jeito. Acalma-nos os maus fígados, desacelera-nos a tensão arterial, alivia-nos os nervos e a acidez gástrica. O PS pediu para ser anexada uma adenda ao tratado orçamental com medidas destinadas a incrementar o crescimento. Porque torna e porque deixa, por mais isto e mais aquilo, o PSD não aceitou. Agora, escassíssimas semanas depois, é ele próprio, o PSD, que vai apresentar em Bruxelas um pedido semelhante. Ou seja, em vez de pensarem e agirem de acordo com as suas convicções, por mais erradas que possam estar, as gentes do PSD andam a reboque dos acontecimentos, neste caso a eleição de Hollande. Que confiança nos pode merecer um governo assim, o mesmo que nos andou meses a fio a dizer que não havia outra solução a não ser austeridade sobre austeridade, custasse o que custasse? Enfim, mais vale tarde do que nunca. E mais vale tarde do que nunca ver Mário Soares, que tanto elogiou Passos Coelho, o menino bem comportado, tão bem intencionado coitadinho, a pe…

hollande

Imagem

ganhou o hollande? scheiße!!!

Imagem

o carrapito da dona aurora era postiço e ninguém sabia

Imagem
Ouvi há pouco na TSF. O líder da Aurora Dourada, o partido de extrema-direita grego, deu hoje uma conferência de imprensa. Ou por outra, teria dado se não tivesse expulso os jornalistas da sala. E porquê?, perguntarão vocês e perguntarão muito bem. Porque os jornalistas tiveram a audácia, imaginem!, de não se terem levantado quando sua excelência entrou na sala.
A coisa está-se a compor. Ai está, está.

ela sempre teve um fraquinho por homens pequenos, de tamanho ou de carácter

Imagem

o império contra-ataca!

Imagem
Já era de esperar. As bolsas em baixa, os juros da dívida a subir, os capitais em fuga, como se Hollande fosse o mais terrível dos comunas, pronto a implantar uma ditadura proletária na bela França.
Ou seja, é a chantagem dos mercados, dos donos do mundo, do grande império do capital. Para eles, nada melhor do que mão-de-obra o mais barata possível, trabalho sem direitos nem regalias, o fim dessa péssima ideia de Estado Social de que a Europa foi, esbanjadora, a pioneira.
Agora é que vão ser elas. E a pergunta que se impõe é só uma: aguentar-se-á Hollande? Ou será mais um dos muitos socialistas, de que temos bastos exemplos em Portugal, que quando no poder governam à direita para deleite dos mercadores de vidas humanas?
Não percamos os próximos capítulos desta novela que já vai longa. E onde somos os protagonistas principais, as vítimas dos vilões da história.

uma barata tonta

Imagem
Por Marinho e Pinto http://www.jn.pt
Três antigos bastonários da Ordem dos Advogados ligados ao negócio das arbitragens (essa justiça privada e clandestina tão zelosamente promovida pelo actual governo) vieram atacar-me pessoalmente por eu ter criticado a ministra da justiça no programa da SIC «Conversas Improváveis», onde dissera que ela é uma barata tonta e uma pessoa traiçoeira em quem não se pode confiar.
António Pires de Lima, que já não se lembra dos insultos que dirigira a António Guterres, José Sócrates, Alberto Costa e Alberto Martins, veio dizer ao semanário Sol que eu devia «andar a puxar uma carroça em Lisboa». Ele, que há uns anos comparou o Ministério Público à Gestapo de Hitler e à PIDE de Salazar e que antes do 25 de Abril fora advogado de uma das mais ferozes forças de repressão da ditadura, defendeu a actual ministra afirmando que ela «tem feito o possível, o que não pode é fazer milagres». Confessou ainda «ter a maior consideração» por ela e desejou-lhe «boa sorte».…

li e fiquei com cara de oral

Imagem
Fiquei de boca aberta com esta notícia, salvo seja e honni soit.
Alguém, alma caridosa ou ilustre sexólogo ou doutor de canudo e tudo, que me esclareça acerca do rigor científico desta "notícia"! Dela desconfio, como desconfio de muitas outras "verdades" difundidas pelo Correio da Manhã. Porquê só entre os jovens?, é a primeira dúvida que me vem à moleirinha. Os mais velhos estão imunes, e é por isso que se diz que são "maiores e vacinados"? Ou não praticam tais actos por falta de agilidade nas dobradiças? Enfim, está-me cá a parecer que, por este andar, vamos deixar de fumar, comer, beber e ... isso. Oral, só orar. Sexo, só missionário.

sarkozy vem estudar engenharia para lisboa

Imagem
Por Mário Botequilha http://inimigo.publico.pt/
François Hollande é o novo presidente francês e do Largo do Rato, em Lisboa.
Nicholas Sarkozy reconheceu a derrota, desejou boa sorte ao sucessor e anunciou que irá fazer uma longa pausa para reflexão, enriquecimento pessoal e ouvir discos de reiki, durante um curso de engenharia, que pretende tirar em Lisboa. Carla Bruni, a esposa, já está à procura de casa na Tapada das Mercês, em Sintra, com a ajuda de António José Seguro. O líder do PS também vai levar o casal Sarkozy a conhecer a vida nocturna da capital portuguesa, como os pastéis de Belém, os filmes que começam bem para lá das 19 horas e picos e uma roulotte de bifanas que nunca fecha antes das 20h30.

o passos coelho fez o mesmo quando anunciou que passava a viajar em turística

Imagem

onde se fala de peniqueira e de penico a propósito das eleições em frança

Imagem
A Frau Merkel acaba de perder o seu valet de chambre. Agora, só falta que lhe tirem o capacho debaixo dos pés. Ah! Já agora, a peniqueira e o penico também. Vocês sabem quem é um desses objectos, de abjecto servilismo perante os caprichos e desígnios da sucedânea de Hitler. É radical a minha linguagem? Mais radical é matar, expropriar, roubar, empobrecer em nome dos mercados ou lá o que é. 
Hoje foi um bom dia. Que venham mais!

o banksy português

Imagem
Por Gustavo Sampaio http://www.sabado.pt (texto e imagens)
Quando começou a pintar graffiti em paredes e comboios, aos 10 anos, na terra onde nasceu, o Seixal, Alexandre Farto – conhecido por Vhils, a assinatura (tag) que adoptou desde então – não imaginava que hoje, cerca de 14 anos mais tarde, seria convidado a expor criações suas em galerias importantes de Londres, Xangai ou Paris. 
“Desenvolvi um conhecimento muito próximo das zonas marginais e dos não lugares das cidades, cresci com essa visão do outro lado do meio urbano”, salienta, ao recordar os tempos em que tinha de fugir da polícia com latas de spray nos bolsos.
Mas como é que aconteceu uma ascensão destas, tão rápida, até à consagração artística internacional? A explicação de Vhils à SÁBADO: “Senti-me impelido a experimentar com outros materiais e técnicas que me permitissem passar de uma comunicação em círculo fechado, como é o graffito, para uma que alcançasse um público mais abrangente.”
Houve uma mudança técnica funda…

papel pouco higiénico, está-me cá a cheirar

Imagem
Um aviso, o milésimo que faço: não gostei da governação de Sócrates, quase tanto como não gosto da de Coelho. Nem um nem outro são flor que se cheire, muito menos que se traga à lapela qual cravo d'Abril. Mas, caramba, começo a desconfiar de tanta insistência, quase diária, do Correio da Manhã em trazer notícias alusivas a Sócrates e à família, nunca abonatórias. Se o que dizem é verdade, porque é que a polícia não está a investigar? Se o que dizem é mentira, porque é que as autoridades não actuam? E, se for este o caso, quem inspirará a publicação dessas notícias? Com que objectivos?

a partilha do mundo

Imagem

já parou para pensar por que é que existem descontos? o desconto só existe para se poder baixar um preço que estava caro

Imagem
Pela boca morre o peixe. E os senhores do Pingo.

histórias da longa noite

Imagem

numa praça perto de si

Imagem