Mensagens

A mostrar mensagens de Maio 3, 2015

a tenacidade de um grande líder

Imagem
Se Cameron ganhou na Grã-Bretanha, Passos não pode ganhar em Portugal? Que importa a austeridade se for por uma boa causa, para restabelecer as finanças públicas e cobrir os prejuízos causados por banqueiros fraudulentos?
O que é certo é que andam demasiado confiantes. Que estará na forja? Que preparam para enterrar a oposição? 
Deve andar por aí algum outro Sócrates. Por enquanto à solta.

sócrates prometeu, passos cumpre!

Imagem
A campanha eleitoral está no auge, não sei se a saúde mental cá do marau não se irá ressentir com todos os meses que nos faltam de promessas, mentiras, banha-da-cobra da mais rasca, daquela que endurece, apodrece e esfuma os neurónios dos mais atreitos à crendice, os que confiam cegamente nas virtudes do vendilhão de templos em tempos malfazejos.
Sócrates prometeu criar 150.000 empregos. Não cumpriu, cedeu a Passos essa honra. Não foram 150.000, seria demasiado evidente o gamanço da ideia, mas foram 130.000 portugueses, desde que Passos passou a desgovernar, a conseguir emprego. 
Pelo menos é o que ele apregoa alto e bom som na sua voz de barítono de Santo Antão mas, se não for muita ofensa para o ser em questão, permito-me duvidar. 130.000 não terão sido. E duvido mais: não terão sido nenhuns a não ser à custa de estágios pagos pelo Estado e salários cada vez mais baixos, a raiar o escândalo, a roçar a miséria, a soar a insulto.
De passo apressado Passos quer-nos passar a perna outr…

se abraçam e copulam

Imagem
Pedro elogia Loureiro. Pedro achincalha Portas por portas travessas, através da sua biografia autorizada, redigida, ao que parece com grande esforço porque o homem não tem biografia nem a biógrafa talento por aí além, por uma militante e funcionária do PSD. Pedro chama a Portas "o líder do principal partido da oposição". Pedro não governa, vai à Ovibeja, inaugura queijarias, dá nas vistas e dá entrevistas, por este desandar ainda o havemos de ver, qual Alberto João do continente, a inaugurar atalhos, cavalariças, aviários, fontanários, casas particulares, obras a meio e edifícios há muito em actividade. Pedro tudo fará para ganhar as eleições. Pedro não quer morrer já politicamente, quer ser cadáver adiado. Só vencendo nas urnas poderá evitar a urna onde muitos "companheiros" de partido, há muito a jurar-lhe pela pele, o enterrarão sem sermão nem missa cantada para que o povo esqueça, até à próxima desfeita, o verdadeiro rosto do PSD, o partido, a par do CDS, dos …

fuck you all!

Imagem
Eu sei. Eu sei que comemos McDonalds, Burger King, KFC. Eu sei que os filmes distribuídos por cá são, na maioria, americanos. As séries que passam na televisão, salvo honrosas excepções, têm o carimbo Made in USA. A música que ouvimos é quase sempre americana ou, quanto muito, dos seus primos britânicos. Sei tudo isso. Mas também sei que, apesar desses pesares, não estamos na América, não precisamos de nos comportar como tal. De perseguir os fumadores como sendo criminosos da pior espécie. De louvar as virtudes do capitalismo. De atropelar colegas, se for preciso trucidá-los, para subir na vida. De competir com outros desde os bancos da escola, para sermos os primeiros, os melhores em tudo mesmo que este tudo inclua as maiores vilanias.
Vem o aranzel a propósito de um programa inventado ou pelos americanos ou pelos seus primos britânicos, para o caso tanto faz porque a parcimónia e a fleuma se ficam pela família real e pelos seus súbditos de "alta linhagem", os que se armam…

lisboa em flor

Imagem
Todas as fotografias daqui:
http://lisboadiarios.blogspot.pt/

pesadelos de um país de sonho

Imagem
Pois é. Durante anos, para alimentar o pato-bravismo pátrio e fazendo da construção o sustentáculo único da economia depois da indústria, das pescas e da agricultura terem ido à vida, erigiram-se aventesmas por todo o baldio que nos aparecesse à frente, num autêntico horror a árvores e à Natureza. Fizeram-se centros comerciais, inauguraram-se lojas, abriram-se restaurantes enquanto outros, em lugares bem mais privilegiados, ficaram ao abandono. Este é o restaurante panorâmico de Monsanto. As vistas continuam de boa saúde, valha-nos ao menos isso. O espaço, esse, morre lentamente, entre escombros, grafitti, lixo, desleixo camarário. É o progresso, dizem-nos os papalvos, os empreendedores da treta, os vendilhões de Portugal a pataco.





psssst, não quer ir ao pote também?

Imagem
Os funcionários do fisco vão receber bónus. Assim se percebe a sanha com que se atiram a devedores de escassos euros. E o mesmo deve acontecer com os da Segurança Social e com os polícias de trânsito: alvíssaras por um trabalho bem feito, o de esmifrar o contribuinte, utente, condutor e cidadão deste país, não mais do que um número em quadro de excel válido só enquanto rende.
E o que acontece ao tal princípio da igualdade? Os funcionários públicos não deveriam ser todos tratados da mesma maneira? Por esta lógica, e em nome da justiça retributiva, um professor não deveria passar a ganhar prémios de acordo com o aproveitamento escolar dos seus alunos? E um médico em concomitância com as vidas que cura ou salva? 
Drª Maria Luís, abra os cordões à bolsa. Repare bem na mina que tem diante de si. Quando maiores forem os incentivos que conceder aos prestadores de serviço público maiores serão as probabilidades de nos serem sacados cada vez mais emolumentos, juros de mora, autuações, taxas e…

mais vale uma rua do porto!...

Imagem

levo um amigo também

Imagem

há peixe fresquinho, venha ver freguesa!

Imagem
Mais uma privatização, desta vez do Oceanário. Possível comprador, pois há que aproveitar os saldos: Alexandre Soares dos Santos. Percebo. Acabem-se com os pescadores, as lotas, os intermediários. Para que este benemérito amigo do povo, um pingo dulcíssimo neste oceano de invejas e de azedumes, nos possa fazer chegar linguado fresquinho a preços de chicharro ordinário, não há como criar o seu próprio produto. Já estou a ver a coisa como ela vai ser: tanques de sardinha, de cavala, de rodovalho, com venda directa ao público que, assim, leva os putos ao oceanário para que aprendam a preservar os mares e, ao mesmo tempo, aproveita para levar conduto para o jantar. Educativo? Saudável? Barato? Só na nova peixaria Pingo Doce, a melhor do mundo dizemos nós, dados à megalomania, conformados com a roubalheira, acomodados a um destino de triste fim.
Já só falta privatizar, como diria Saramago, a xaputa que os pariu.


coelho apurado com loureiro

Momento Zen
Posted by Francisco Louçã on Sexta-feira, 1 de Maio de 2015

a matrona

Imagem

e a criança, irá chamar-se jesus?

Imagem