sócrates prometeu, passos cumpre!


A campanha eleitoral está no auge, não sei se a saúde mental cá do marau não se irá ressentir com todos os meses que nos faltam de promessas, mentiras, banha-da-cobra da mais rasca, daquela que endurece, apodrece e esfuma os neurónios dos mais atreitos à crendice, os que confiam cegamente nas virtudes do vendilhão de templos em tempos malfazejos.

Sócrates prometeu criar 150.000 empregos. Não cumpriu, cedeu a Passos essa honra. Não foram 150.000, seria demasiado evidente o gamanço da ideia, mas foram 130.000 portugueses, desde que Passos passou a desgovernar, a conseguir emprego. 

Pelo menos é o que ele apregoa alto e bom som na sua voz de barítono de Santo Antão mas, se não for muita ofensa para o ser em questão, permito-me duvidar. 130.000 não terão sido. E duvido mais: não terão sido nenhuns a não ser à custa de estágios pagos pelo Estado e salários cada vez mais baixos, a raiar o escândalo, a roçar a miséria, a soar a insulto.

De passo apressado Passos quer-nos passar a perna outra vez. À segunda só cai quem quer. E quem for parvo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora