14/08/15

arfai, arfai, damas do meu país!

Coelho foi eleito o sétimo político mais sexy do mundo. Deve ser por nos andar a fornicar a todos desde há quatro anos. Há quem goste. Quem peça mais. Quem vá votar para ter mais. Umas doidivanas. Ou assim.

E que dizer de Cavaco Silva que, numa lista de 200, ficou em 72º lugar? Ou a política mundial anda pelas ruas da amargura ou o voto foi pedido a senhoras para cima de 90 anos e com falta de vista.

Eu acho.

Correio da Manhã


as armas dos canalhas

Lembro-me da tentativa de liquidar politicamente Lurdes Pintasilgo, quando esta concorreu à presidência. Que era lésbica, diziam uns. Que era da Opus Dei, diziam outros. Sócrates também não escapou, andava "metido" com um actor. Agora é Sampaio da Nóvoa. Que se trata de um desertor, não podendo por isso ser o chefe supremo das Forças Armadas. Todas as armas são úteis para combater o inimigo. Os fins justificam todos os meios.

Mesmo que seja verdade, que Sampaio da Nóvoa tenha "fugido à tropa", terá sido antes ou depois do 25 de Abril? Faz toda a diferença. Se antes, merece ainda mais o meu voto.





quando a política mete nojo

A gente sabe como os detentores do poder, e os aspirantes ao mesmo, mentem, intrigam, deixam cair suspeitas sobre gente tantas vezes impoluta. Agora, é Sampaio da Nóvoa que está na corda-bamba, tal como Lurdes Pintasilgo o esteve há anos quando se candidatou à presidência da República, de beatona a lésbica tudo lhe chamaram, ou, mais recentemente, Sócrates, de quem correu o boato (feito circular propositadamente, soube-se sem que os culpados tivessem sido beliscados) de que teria juntado os trapinhos com um actor da nossa praça. Agora, repito, o alvo é Sampaio da Nóvoa. Ainda lhe hão-de descobrir um arranjinho com o diabo em pessoa, um passado comprometedor, um antepassado condenável, que prefere bifes mal passados, que gosta de sangue, seja o que for. Por agora, à falta de melhor, andam pelas redes sociais, a mando sabe-se lá de quem, a chamar-lhe desertor e a negar que o homem seja de esquerda, de esquerda será Maria de Belém ou até, os milagres acontecem, Marcelo Rebelo de Sousa. A prova? Então ele não aceitou ser presidente da comissão organizadora das comemorações do 10 de Junho de 2012? Então ele não é unha com carne com o Cavaco?

Agora pergunto eu: e o discurso que fez, demolidor para os senhores que mais ordenam? Reproduzo-o aqui. Para repor a verdade. Para calar os trapaceiros, os envenenadores, os boateiros, os intriguistas, sejam eles de direita ou ... de esquerda. No melhor pano cai a nódoa. Nóvoa merece respeito. Quanto mais não seja.

13/08/15

esta cachola não pára, nem no samouco para meter água!


A criatividade de Passos e da sua trupe não tem limites, as cachimónias fervilham de ideias, trabalham a mata-cavalos para se salvarem do naufrágio iminente. E sabem da poda como ninguém. Maquiavel, se fosse vivo, não desdenharia tê-los como discípulos. Ah canudo!, eles sabem o que fazem, tiro-lhes o chapéu. Sempre disse, e continuo a dizer, que Coelho não vai largar o poder sem dar luta. Agora, para lá das mentiras, das promessas, da propaganda que fazem aos partidos respectivos enquanto governantes, da sua omnipresença nas televisões, da comunicação social que lhes está engajada, eis que inventaram uma nova modalidade de campanha eleitoral: fazer leis benéficas para um ou mais grupos de eleitores ... a serem aprovadas depois das eleições, neste caso os velhinhos que tanto fizeram penar estes quatro anos.

Como quem diz:

Está tudo prontinho, a lei que o vai favorecer está escrita, pronta a ser publicada em Diário da República, mas como deverá compreender agora só depois das eleições. Vote em nós se quiser garantir esta benesse. Não seja lorpa, ouviu?

Como é que a política pode ser tão nobre nuns casos, tão pobre noutros tantos? De elevados princípios ou de uma baixeza atroz? 

Quem nos tira da lama? Quem desfaz a cama que só alguns fizeram mas onde todos temos de nos deitar?

venho dar uma mãozinha ao PS

Eu quero lá saber se o PS produziu cartazes a fazer lembrar o divino espírito santo ou se o PAF - vulgo PSD/CDS - recorreu a bancos de imagem estrangeiros para a sua campanha eleitoral. Estou-me nas tintas. Borrifando e andando para não cheirar mal. O que devia estar a ser discutido, e em força, eram as propostas políticas (e não as promessas, as mentiras e as promessas mentirosas), eram os projectos para o País de cada um e, diz-me o que fizeste dir-te-ei o que és, o que se fez de muito errado, de erradíssimo, de pecaminoso, de criminosamente errado durante o consulado do PSD/CDS, agora PAF como quem bate leve, levemente.

Não faço grande questão em que o PS ganhe as eleições, mas tenho todo o empenho em que o PAF as perca. Como os portugueses ainda não descobriram uma alternativa ao alterne, então que ganhe o PS, e e é por isso que lhe venho dar uma mãozinha.

O PS não tem criativos à altura para fazer "passar a mensagem"? Edson Athaíde está em baixo de forma? Os copywriters emigraram todos? As agências de publicidade e de imagem em Portugal cobram preços exorbitantes por maus serviços?

Eis o meu conselho: esperem que o PAF deite cá para fora os seus cartazes; depois, o mais rápido possível e nunca mais de uma semana depois, coloquem vocês os vossos cartazes desmentindo os mentirosos, por palavras e números. Dados estatísticos que não deixem margem para dúvidas sobre a grosseira mistificação da nossa, no dizer do PAF, luminosa realidade.

Eles dizem que criaram emprego? Atirem-lhes com os números do desemprego, da emigração, dos trabalhadores precários, dos pornográficos salários de 500 e 600 euros aplicados agora a licenciados, porque "mais vale um mau trabalho do que trabalho nenhum".

Eles publicitam a melhoria da economia? Apontem-lhes com as falências, com o difícil acesso ao crédito, com as complicações burocráticas, com os impostos de agiota, com o empobrecimento de milhões para enriquecimento de uns tantos.

Taco a taco, ponto por ponto, rebatam-nos, desmintam-nos, ponham-nos KO. OK?


12/08/15

os agarrados ao tacho também curtem panelas

Foi o panelaço. Manifestação contra a presidenta do Brasil e o seu governo. Damas e cavalheiros ostentaram panelas que fizeram ribombar com ódio.

Isto trouxe-me à memória as senhoritas e senhoritos chilenos que, no início dos anos 70, protestavam contra Allende recorrendo ao trem de cozinha, Tempos depois, Pinochet mergulharia o país num banho de sangue e governaria sob a égide do terror e das teses neoliberais que depauperaram o Chile, embora alguns prefiram chamar-lhe milagre económico. 

O mesmo milagre económico que estamos a viver em Portugal. Privatizações tresloucadas, cortes de salários, destruição da Escola e Saúde públicas, aumento substancial da pobreza e uma elite cada vez mais rica.

Que o Brasil resista à má onda. Que os brasileiros saibam escutar os avisos da História.


10/08/15

quer-me cá parecer

Não sou um daqueles atoleimados das teorias da conspiração. Juro pela minha rica saúde, que ainda a vou tendo pela graça não de deus, mas dos genes que me têm sido benfazejos. Adiante: com tanto tiro no pé, tanto cartaz mal enjorcado, tanta Belém, tanto avanço e recuo, tanto disse que disse, quer-me cá parecer que muita gente, no PS, prefere ver Passos prosseguir a sua política de destruição do País do que ter Costa como primeiro-ministro. E Costa, convenhamos, tem dado um empurrãozinho em si próprio na direcção da queda. Não tem mão nessa gente e, quer-me cá parecer mais uma vez, não terá mão no País. Será, quer-me cá parecer, repito, que não passará de um simulacro, uma sequela do péssimo original, o François de França de apelido Hollande, o garanhão das dúzias que, diante de Merkel, se revela frouxo, tremeliques, um bebé-chorão, um maricota.

Estreia em Outubro a sequela, A não ser, claro, que os seus inimigos dentro do PS, e os seus adversários fora do PS (não sei quais os piores!), consigam levar a sua avante e enterrem o homem de vez. Avante camarada Costa. É de si que o povo ainda gosta. Mesmo que Costa se venha a revelar uma bosta, antes uma bosta na mão do que mais merda a voar.

Quer-me cá parecer.