Mensagens

A mostrar mensagens de Julho 1, 2012

a dor do mundo

Imagem
Imagens recolhidas em: https://www.facebook.com/zaire.hamid

são gabriel

Imagem
Não acredito em santos, nem em deuses. Mas Gabriel é para mim anjo, para mim arcanjo. E li hoje que sofre de demência, que perdeu a memória e já não consegue escrever, que nada virá depois de "100 Anos de Solidão" ou "Amor nos Tempos de Cólera" ou tantos outros livros que vivi, que senti, que cheirei, que sorri e chorei. Gabriel, São Gabriel, anjo e arcanjo da minha vida, que a tornou mais rica, que ajudou a fazer com que ela valesse a pena e muito. Gabriel, agora não choro os teus livros, choro-te. A vida é uma puta triste, dirás. E tens razão. Sempre tiveste.

vaia con diós!

em vez de vaias, veias

Imagem
Andam vaias no ar. Não poupam Cavaco nem Coelho. Mas não chega. Além de vaias, veias. Cortem-se os pulsos ao roubo, à austeridade cega, ao insulto constante aos portugueses de bem. Vamos-lhes às veias. Em tempos de guerra, não se limpam facas. Mesmo imaginárias. Porque a pobreza, o desemprego, a precariedade, a fome, ferem-nos como lâminas. Cortam-nos como punhais.

Em vez de vaias, veias.

touros de cobrição

Imagem
São touros de cobrição. Fornicam-nos o juízo e as economias. Marrões, estudamos, queimamos neurónios e, vai-se a ver, não teria sido preciso tanto esforço. Aprendamos. Com eles, os touros.


planeta terra, século XXI

Imagem

vales, varas e valas-comuns

Imagem
Vale e Azevedo. Duarte Lima. Armando Vara, Dias Loureiro. Querem que continue? Querem que traga à colação os nomes de todos, pulhas, sabujos, corruptos, políticos e amigos de políticos, bandalhos e amigos de bandalhos, que sujaram e sugaram este país ao longo das últimas décadas na mais descarada impunidade? Foram ministros, foram presidentes de clubes, deputados, lambe-botas do poder. Foram? São. A seita não se extingue, não acaba aqui enquanto não for o povo a acabar com eles. Exigindo mais. Indignando-se mais. Escolhendo melhor o que fazer na hora das eleições.

O cancro está diagnosticado mas nada se faz para o extirpar. Há anos, há décadas que dizemos mal dos políticos mas, mal abrem as urnas, acorremos a dar o voto aos políticos que transformam as urnas em caixões, os nossos. Onde sepultamos esperanças, sonhos, aspirações.

E aqui chegámos. Mais pobres, mais desprezados, mais explorados. Aqui chegámos. E por aqui não ficaremos. A cova abrir-se-á mais fundo. Será a vala-comum de p…

quanto mais a gente se agacha ...

Imagem
O povo cala. E, como cala, leva bordoada.

Anunciam-se mais aumentos de impostos, mais cortes, mais ladroagem à solta e à fartazana. Não há direitos, não há contratos laborais e, sobretudo, não há, não pode haver confiança num Estado que vai ao bolso do cidadão sempre que lhe falta a massa por má gestão, por corrupção, por ostentação. Nas PPP's não se mexe, há contratos que é preciso respeitar. Nos ricos não se toca, há património que não se pode tocar. Há os que fogem ao fisco. E há os outros. Os que, depois de pagarem os seus impostos, são tratados como criminosos não vá estarem a lesar o Estado nalguns cêntimos. Há os portugueses piegas, pouco empreendedores, perdulários, que trabalham pouco e ganham demais. E há os outros. Os que roubam e lhes perdoam as dívidas. Os que vivem à conta do Estado. Os que, governando, se governam e ajudam a governarem-se amigos e capangas. E há os que, desempregados, não podem mimar os filhos com uma côdea de pão. E há os que se sujeitam a trabalhar…

além de bruto, tarado!

Imagem

o misterioso caso da torre do tombo, do canudo e do sinistro homem de negro

Imagem

haja decência!

Imagem

carta aberta ao reitor da universidade lusófona

Imagem
Exmo. Reitor,
Foi com grande satisfação que soube que a Universidade Lusófona conferiu uma licenciatura em Ciência Política ao Dr. Miguel Relvas em apenas 14 meses, reconhecendo dessa forma a sua elevada estatura intelectual. Sempre sonhei com o alargamento das Novas Oportunidades ao Ensino Superior e fiquei muito feliz por terem dado o devido valor à cadeira de Direito que o senhor ministro fez há 27 anos com nota 10. Depois, naturalmente, o processo foi "encurtado por equivalências reconhecidas" (palavras do Dr. Relvas), após análise do seu magnífico currículo profissional.

É dentro desse mesmo espírito que vinha agora solicitar igual tratamento para a minha pessoa. Embora seja licenciado pela Universidade Nova com uns simpáticos 17 valores, a verdade é que o curso levou--me quatro anos a concluir e o Jornalismo anda pela hora da morte. Nesse sentido, e após análise da oferta disponível no site da universidade, venho por este meio requerer a atribuição do grau de licenciad…

em quebrantos de apaixonadiço

Imagem
Descobriu-se-lhe a careca (salvo seja, que o homem tem, comparado comigo, um cabelo invejável): Paulo Portas mantém relações, e não são apenas cordiais, com o Partido "Comunista" Chinês. Pelo menos anda de amores com os seus líderes, só lhe faltando discursar em quebrantos de apaixonadiço. Ou então, hipótese mais provável, depois da EDP, vendeu-se a ele próprio. Se estamos em crise, que a paguem todos. Com o corpinho. Ou a consciência.

de um país adiado

Imagem

um país para o maneta, um povo para o galheiro

Imagem
O Tribunal Constitucional vem considerar inconstitucionais os cortes nos subsídios de Natal e férias, por violarem o princípio da igualdade. Para resolver o imbróglio, Coelho admite alargar os cortes aos privados e fica assim restabelecida a igualdade e a legitimidade do roubo.

Brutal, meu! Brutal o número de desempregados, brutal a quebra de rendimentos das famílias, brutal o número crescente de falências, brutal a austeridade, brutal este governo que, num ano, empobreceu Portugal. Ao contrário de Midas, onde tocas estragas com garras de predador. Devias ser maneta. Ou proxeneta. Tinhas jeito.

a grande depressão

Imagem
Menos de 4 euros por hora a arquitectos, enfermeiros, nutricionistas, professores. Isto é o aviltamento do trabalho, não a sua dignificação. Passos Coelho terá, mais tarde ou mais cedo, mais cedo do que tarde, de ser responsabilizado por esta ignomínia. Além de por todas as outras desgraças que se abateram sobre Portugal e os portugueses. Que inflige com gosto, com orgulho, sobranceria e incompetência. Os portugueses serão mansos, alheados, mas um dia virá em que a sua raiva vai crescer. Implacável. Que não falte muito. Já há pouco a salvar. E o que Coelho destruiu num ano levará muitos anos a reconstruir.






reina o kaos por todo o país

Imagem
Andei afastado da pantalha durante uns dias e, de regresso ao inferno em que nos tornaram os dias, deparei como é costume com os bonecos fantásticos do blogue We have Kaos in the Garden. Aqui ficam, para seu deleite e para memória futura. Porque convém que patifarias, ladroeiras, sacanices e outras malfeitorias não caiam no rol dos esquecidos. Mais uma vez, Kaos, obrigado!



europa, essa grande solidária

Imagem
Sendo eu uma alma cosmopolita, gaba-te cesto que amanhã vais à vindima, resolvi dar hoje uma mirada pelo El País. Na capa, chamou-me desde logo a atenção uma notícia que, para mim, constitui um claro exemplo da imoralidade que paira no mundo, sobretudo do mundo dirigido por Rajoys, Coelhos e demais companhia com quem não gostaria de tomar um café, nem sequer um copo de água. Segundo parece, o fisco espanhol vai promover uma amnistia fiscal mesmo entre os que procederam a um dos maiores crimes económicos, o da lavagem de dinheiro.

Mas enfim, eles é que sabem as linhas com que se cosem e nos quilham e o motivo deste post é outro: numa das páginas do interior do jornal, dois artigos, nem menos, revelam e relevam a que ponto chegou a Europa em matéria de solidariedade entre os membros da comunidade.

Na primeira, noticia-se que Merkel está com problemas com os seus parceiros de coligação por estes não concordarem com as cedências (leu bem: cedências) que a chanceler está a conceder aos país…

estatísticas, mentiras e desemprego

Imagem
Tal como eu esperava, a comunicação social embandeirou hoje em arco: o desemprego não subiu de Maio para Junho, um milagre sabendo-se que se estão a encerrar milhares de empresas. Mérito do governo? Não. Mérito de truques estatísticos. Perguntem aos desempregados quantos deles, aos magotes, têm sido chamados para ir tirar cursos obrigatórios de "reabilitação" profissional. Acontece que todos esses nomes são eliminados das listas de desempregados até que os seus cursos terminem (não sendo, pelos vistos, temporária e tecnicamente considerados desempregados, continuam contudo, e era o que faltava que assim não fosse, a receber o subsídio a que têm direito e para o qual, tantos deles, contribuiram com dezenas de anos de comparticipações para a Segurança Social, o que não impede que sejam tratados, nos Centros de Emprego, como párias da sociedade). Assim vamos nós (e isto já vem de longe, dos tempos de Sócrates, mas, ao que parece, não é o único a gostar de manipular estatística…

da cartilha maternal de joão proença

Imagem

porque os outros se calam mas tu não

Imagem
Sempre que se fala de D. Januário, entre as gentes das esquerdas as opiniões dividem-se. Para os que o denigrem, é um homem da Igreja e, como tal, comete os mesmos pecados da "classe" inteira, ponto final parágrafo. Eu gosto de D. Januário, pelo menos do que tem dito D. Januário. Diz mais e melhor do que outras gentes "mediáticas" que se deixam estar caladas, que não fazem ondas, porque "o seu" está garantido e, atrás de Passos, outros passos virão. A esses, eu que sou de esquerda e não sou católico, prefiro o D. Januário, aqui em entrevista ao jornal "i":

“No fim do pagamento da dívida, vamos ter uma multidão desenfreada de pobres”

está farto de manifestações?

Imagem
Como, se ainda não foi a nenhuma?




milénios de servidão

Imagem
Veio o Iluminismo, veio a Revolução Francesa, vieram os Liberais, vieram Marx e o marxismo, Lenine e o leninismo, mas o mundo não está melhor. Está mais hipócrita. Este cartoon ilustra bem a realidade. É no Brasil. Podia ser em qualquer outro lado do mundo.


entaipe-se a realidade

Imagem
Por Manuel António Pinahttp://www.jn.pt/

Após um ano de empobrecimento do país com medidas recessivas de "austeridade", de destruição da economia, das classes médias e do Estado social, o resultado está à vista: o défice, nos três primeiros meses do ano, aumentou 4,8% em relação a igual período do ano anterior, atingindo os 7,9% do PIB, muito acima dos 4,5% que o Governo prometeu aos "mercados" no final do ano.

As receitas fiscais que, segundo a convicção orçamental do Governo, iriam crescer 2,9%, desceram até Maio 3,5%, apesar dos brutais aumentos dos impostos que o PSD, em campanha eleitoral, tinha garantido que não aumentaria. E, do lado da despesa, as "gorduras", "pneus" e "celulite" dessa "zona de conforto" de tudo quanto é "boy" que são as empresas públicas não só não diminuíram como, em vez disso, aumentaram 89,4%.

Vítor Gaspar, que anunciou que 2012 seria o "ano da viragem", já reconhece que as metas…

alforrecas

Imagem
Hoje, apeteceu-me falar delas. Da beleza de umas e da negritude de outras.


foi por vontade de deus

Imagem
Cerca de 30 espanhóis que perderam as suas casas decidiram, como forma de protesto, fecharem-se no interior da catedral de La Almudena. O arcebispo de Madrid pediu a ajuda da polícia anti-motins para desalojar os manifestantes. Entre estes, está um padre que também recebeu ordem de despejo da casa onde vivia. As fotografias evocam outras imagens, de Santiago do Chile nos tempos áureos de Augusto Pinochet. No pasa nada.



defecando e andando para não cheirar mal

Imagem
Parecem uma e a mesma pessoa. O lado feminino é o cérebro, a parte nobre. O lado masculino é feito de vísceras, tripas, a parte pobre. O cérebro, como se sabe, transmite ordens aos órgãos menores. Que, subservientes, atentos, veneradores e obrigados, obedecem. Defecando.