Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro 12, 2012

amado pela banca

Imagem
Luís Amado acabou de ser nomeado Presidente do Conselho de Administração do BANIF. Tardou mas arrecadou. As suas críticas a Sócrates, a sua aparente "rebeldia", foram agora recompensadas. Já não era sem tempo. E quando o povo diz que "o que eles querem é tacho" e que "são todos iguais", não deixa de ter razão. Embora se esqueça das suas razões na hora de botar o voto na urna. Nos mesmos do costume.
Imagem: http://aventar.eu

ainda há quem acredite em contos de fadas

Imagem
Sua Excelência o venerando Presidente do Conselho, Professor Doutor Pedro Passos Coelho, afirmou hoje no Parlamento, para gáudio dos deputados da União Nacional, que não estão previstos despedimentos na função pública. Por outras palavras, os trabalhadores vão ser obrigados a demitir-se mas isso nunca, nunca equivalerá a um despedimento. Ainda há quem acredite em contos de fadas. Eu não. Mas acredito na nefasta existência de bruxas más. Mentirosas. Maquiavélicas. Desumanas.

o maluquinho da arroio

Imagem
Escrevi aqui no Quatro Almas posts sem fim sobre um homem sem qualidades, na altura em campanha para ser reeleito presidente da República. Foi malhar em ferro frio, o povo vota mal (e não me venham com a porra do argumento de que quem fala assim é anti-democrático). Agora temos que o gramar mais uns três anos ou coisa que o valha. A ele e ao Passos Coelho e aos escândalos e aos roubos e às cobardias e ao empobrecimento e à merda toda em que estamos atolados.

justiça on the rocks

Imagem

tão bonzinhos que eles são!

Imagem
Mota Soares anuncia ajudas do Estado à sopa dos pobres. Esta gente, de certeza muito católica, apostólica e romana, acha que a caridadezinha continua a ser a solução do País, tal qual como nos tempos de Salazar. Podem destruir empregos, empresas, a economia, o presente e o futuro. Isso não importa, desde que se possam desviar uns cêntimos para as sopas do barroso. Ficam de bem com Deus. E com o diabo.
Imagem: http://wehavekaosinthegarden.wordpress.com/

os novos judeus

Imagem
Em Julho de 1932, os alemães votaram massivamente em Hitler e no seu partido nacional-socialista, abrindo caminho ao extermínio dos judeus e à II Guerra Mundial. Em Fevereiro de 2012, os níveis de popularidade de Angela Merkel são, no seu próprio país, os maiores de sempre entre todos os políticos da Alemanha do pós-guerra. E os povos do Sul da Europa, portugueses, gregos e, não tarda nada, os italianos e espanhóis, são tratados como párias, povos de segunda categoria, tal como o tinham sido os judeus para Adolfo Hitler.
Sei que muitas luminárias, decerto mais versadas do que eu nestas coisas da História, dirão que estou enganado, que as duas situações não são comparáveis.
Espero que tenham razão.

isto é que é brincar à caridadezinha!

Imagem
Perdem empregos e casas. Fazem fila para a sopa dos pobres. Vivem nas ruas. É na Grécia. Podia ser em Portugal ou na gorda Inglaterra. Os ricos, os muito ricos, com a conivência de governos como o de Passos Coelho, e dos povos que lhes dão o seu voto, estão a atirar milhões de pessoas para o desemprego e para a mendicidade. Até quando?



os prisioneiros de wall street

Imagem

contra a agressão alemã, estamos com a grécia

Imagem

fábrica de opulências

Imagem

salve-se quem puder!

Imagem
Cegamente, imbecilmente, este homem está a atirar-nos para o buraco. Quem o detém?

Imagem: http://wehavekaosinthegarden.wordpress.com/

quem com ferros mata, com ferros morre

Imagem

gado

Imagem
Os atropelos, por parte deste governo, aos direitos laborais e até humanos estão a ir longe demais. Um trabalhador não é uma cabeça de gado de que se põe e dispõe e se atira para o matadouro, o desemprego, por vontade, capricho ou egoísmo do seu dono e senhor. Não sei se estes tipos são fascistas, neofascistas, liberal-fascistas. Mas sei que nem Salazar se atreveu a tanto. E sei que só um povo sem coluna vertebral, sem dignidade, sem amor-próprio, poderá continuar a tolerar esta violação, este, desculpem-me o palavrão mas já lá vai o tempo da boa educação e brandos costumes, enrabanço. Chega!

austeridade: vende-se a 120 euros cada!

Imagem
Se calhar foi para que, quando forem demitidos, dia em que andarei a buzinar pelas ruas como se Portugal tivesse ganho o Campeonato do Mundo de Futebol, possam levar para casa um recuerdo das suas actividades criminosas. O certo é que o ministro plenipotenciário Relvas mandou imprimir 100 exemplares do programa do governo em edição de luxo. Para uso exclusivo dos membros do executivo. A 120 euros cada volume de esterco em letra de imprensa.
Esta gente esquece-se de que está sob escrutínio permanente, que todas as suas actividades são esmiuçadas, que as redes sociais, com todos os seus defeitos, são um instrumento precioso para a denúncia dos seus actos.
Que caiam depressa. E levem o programa consigo. A gente pagou, mas não se importa.

os entertainers de deus

Imagem

a confissão de pedro passos coelho

Imagem
Por Santana Castilho* http://aventar.eu
Passos Coelho perguntou, com legitimidade, referindo-se a José Sócrates: “Como é possível manter um Governo em que o primeiro-ministro mente?” Teimo na redundância de retomar factos sobejamente conhecidos, que justificam devolver a pergunta a quem a formulou e é, agora, primeiro-ministro. Porque a memória dos homens é curta e a síntese é necessária para compreender o que virá depois.
Passos Coelho enganou os portugueses quando disse que não subiria os impostos, que não reduziria as deduções fiscais em sede de IRS, que achava criminosa a política de privatizações só para arranjar dinheiro, que não contariam com ele para atacar a classe média em nome de problemas externos, que era uma “grande lata”, por parte do PS, acusá-lo de querer liberalizar os despedimentos, que não reduziria a comparticipação do Estado nos medicamentos, que não subiria o IVA e que falar de cortar o subsídio de Natal era um disparate. Passos Coelho enganou os portugueses quando…

adeus, até nunca mais!

Imagem
Passos Coelho, que belo e pomposo cargo numa qualquer multinacional, talvez de armamento, talvez de petróleo, talvez da indústria farmacêutica. Quanto ao Gaspar, ah!, que confortável posição no Banco Central Europeu, onde continuará a levar a cabo o seu plano de destruição do Estado Social em toda a Europa. O Álvaro, coitado, o menos fadado de todos os ministros, voltará para o Canadá, de onde nunca devia ter saído, para perseguir o seu sonho de colocar pastéis de nata à venda nos mais recônditos lugares do planeta. A todos desejo aquilo que querem para os portugueses: dificuldades, pobreza, fome. Se possível a dobrar, que eu sou generoso e bom.
Imagem: http://wehavekaosinthegarden.wordpress.com/

zelai por nós, amen

Imagem

os azeiteiros de fátima

Imagem
A gerência, religiosa já se vê, do Santuário de Fátima está a preparar a comercialização de azeite das suas propriedades. Até aqui tudo bem. Desde que os lucros não sejam utilizados para o estadão da Igreja mas para a caridadezinha, que infelizmente anda a substituir o Estado, não vou contra. Mas o nome do azeite, senhores, é que me deixa avinagrado. Vai chamar-se Fátima. Já não há respeito por Nossa Senhora. Que, com toda a razão, vai ficar com os azeites e expulsar os vendilhões do seu templo.

comido e mal pago

Imagem

à beira do abismo

Imagem
Todos os indicadores económicos apontam no mesmo sentido: o fundo. No entanto, este bando de perigosos psicopatas que nos diz governar persiste na austeridade e no roubo às escâncaras. E os outros todos, economistas, jornalistas, empresários, sindicalistas (olá UGT!) e os políticos do PS lambem as botas do Coelho, do Gaspar, do Álvaro, fingem não ver a aproximação do desastre, assobiam para o lado, fazem oposição violenta por meio de paninhos quentes, deixam-se estar em banho-maria à espera da sua vez de deitar a unha ao poleiro, de rapar o tacho enquanto há com que lhes encher gamelas e bolsos. 
Todos são culpados. De trair o povo. De afundar Portugal. 
Assim houvesse justiça.

o mundo é um vulcão pronto para a erupção

Imagem
As imagens são da Grécia. Podiam ser em Roma, no Cairo, em Santiago do Chile, em Nova Iorque. O barril de pólvora só está à espera de quem acenda o rastilho.


a indignação espalha-se pelo mundo

Imagem
Ontem, no Rio de Janeiro.

concorde-se ou não com a violência, piegas é que eles não são

Imagem
Sou contra actos de vandalismo, sejam quais forem as razões que os motivem. Ainda por cima, quando está em causa património cuja recuperação serão todos a pagar. Mas numa coisa estou de acordo: os gregos não são piegas. Disso, o nosso κουνέλι (Coelho) não os pode acusar. 

o que faz falta é estupidificar a malta

Imagem

é uma questão de pastel, exportamos os de nata, importamos a bola de berlim

Imagem
Ilustração de Salvanarro
http://www.toonpool.com

nós não somos a grécia, dizem-nos orgulhosos os nossos governantes

Imagem
Dizem os políticos que governam cá o rincão e dizem os economistas de pacotilha ao serviço do poder de ocasião: que, ao contrário dos gregos, estamos a cumprir, zelosamente, quais alunos marrões de primeira classe e quinta categoria, os ditames dos senhores que, esses sim, esses é que passaram a governar Portugal a partir de Nova Iorque, Bruxelas e, acima de tudo e de todos, da Berlim do Quarto Reich.
Entendamo-nos. Nós vamos cumprir. O mesmo destino da Grécia. Recessão. Miséria. Empresas falidas. Economia de rastos.
Só há uma coisa em que eles, parece, têm razão: não somos gregos. Resignamo-nos. Calamos. Encolhemo-nos. Persignamo-nos à espera do milagre. Nobre povo. Nação valente.
Imagem de Gui Castro Felga
http://oblogouavida.blogspot.com

a paga de uma vida de trabalho

Imagem

berço e caixão da democracia

Imagem
Os socialistas gregos do PASOK e os conservadores da Nova Democracia expulsaram um total de 43 deputados que se opunham à troika e a mais medidas de austeridade. 

sai um coelho para a mesa do canto!

Imagem
Por Antero
http://aventar.eu/

aldrabices facilmente desmascaradas

Imagem
Diz o Jornal de Notícias:
O mote da manifestação da CGTP marcada para este sábado era transformar o Terreiro do Paço no "Terreiro do Povo", e assim foi. Segundo dados da central sindical, 300 mil pessoas vindas de todo o país juntaram-se esta tarde na praça lisboeta, para protestar contra as políticas seguidas pelo actual governo. A polícia não fala em números, mas imagens aéreas mostram "meia casa" na Praça do Comércio. 
E, a "provar" o que diz, mostra este vídeo. O que não diz é que as filmagens dizem respeito ao início da concentração, quando os manifestantes estavam ainda a chegar provenientes de todos os acessos à praça.
Enfim. A cada um a sua liberdade de expressão.

quantos são? quantos são? quantos são? agarrem-me que eu vou-me a eles!

Imagem

que horror! os plebeus foram ao paço e fizerem tremer o passos!

Imagem