26/03/11

percebes, pá?

o perigo do facebook

É um lugar dado a inconfidências. Cuidado!

a única vez que falou verdade

Foi uma vez sem exemplo. Este vídeo já é antigo, mas vale a pena relembrá-lo. Para que não se esqueça a criatura e o rasto de mau-cheiro que deixou atrás dele.

um varão de portugal

Fazer o bem sem olhar a quem
Este sim, é que a leva bem levada: Armando Vara recebe mais de 800.000 euros por fazer ... nada! Abençoado PS que a tão altos cargos o alcandorou. As notícias da pouca-vergonha são diárias. Não há quem ponha termo a isto?

A notícia é do Público.

casamento à maneira russa

Ai o vodka, o vodka!

justiça seja feita


Tenho visto mais gente a protestar no último mês do que em toda a minha vida. É um embrião. É um pequeno  passo em frente. Mas, se isso já é bom, isso não basta. O país bateu no fundo e nós com ele. Este é o tempo da mudança, ou se faz agora ou arrastaremos a nossa placidez, os nossos queixumes e a nossa má-sorte por mais décadas de delapidação dos dinheiros públicos e das nossas próprias bolsas. Temo que só falatório não chegue. Nem manifestações, por maiores que elas sejam. Nem greves. Nem insultos a todos os políticos que nos atiraram para o monturo. Precisamos de mais. Precisamos de outro tipo de acções, originais, concretas, agressivas, significativas. Aqui vai uma ideia: não haverá por aí um advogado, ou um grupo de advogados, que queira meter uma acção contra os políticos reconhecidamente corruptos deste país? A justiça funciona mal. A justiça até estará do lado deles. Mas uma acção destas, duas, muitas, será falada, noticiada, comentada. Incomodá-los-á. Só não os envergonhará porque, isso, é coisa que eles não têm ou já perderam. E não me refiro só aos processos em curso, mas a outros que foram arquivados ou perdoados ou ignorados pela justiça. Aquela justiça que, sendo cega, tem olhinhos para o negócio e fecha os olhos à trapaça, à fraude, ao lenocídio político, à prostituição de uns para o regalo de outros.

isabel allende e as histórias de paixão

naomi klein

Procurem, no Google Vídeos (e não só no You Tube) mais vídeos sobre esta jornalista e escritora canadiana. Vai valer a pena!



Nota: clique em subtitules para activar as legendas em português, caso ainda não estejam.

os abutres


O último cigarro dos condenados, a extrema-unção dos sócretinos, o prior da freguesia, os seus acólitos e os seus rivais. Fabulosa imagem esta, roubada, como é tradição, ao blogue WE HAVE KAOS IN THE GARDEN.

até parece cá


Esta auto-estrada japonesa, destruída pelo sismo de 11 de Março, foi reconstruída em 6 dias. Tal e qual como cá.

português à maneira

russos e ursos

vamos fazer-lhe um manguito?


É o que eu digo: o coelho (assim mesmo, em minúsculas) pensa que tem a vitória no papo, agora até já fala em maioria absoluta. O coelho mostra a sua garra. Nós vamos mostrar-lhe um manguito.Toma!

25/03/11

mais imagens da revolução islandesa

A comunicação social tem calado o que se passa na Islândia. Porquê? De que têm medo? Tal como antes do 25 de Abril, vamos ter que comprar jornais estrangeiros para ter acesso à informação? Segundo se diz, mas não tenho fonte fidedigna que o assevere, o povo depôs o governo anterior e, melhor ainda, por plebiscito recusou-se, por maioria, a pagar a divida externa.

Quem tiver mais informação, de fonte segura, por favor acrescente-a aqui como comentário. É preciso que as pessoas saibam o que se está a passar, que sigam os bons exemplos!

deputados islandeses fogem da multidão enfurecida

A notícia em Portugal seria: deputados portugueses aplaudidos por multidão embevecida. Até quando?

medina carreira fala aos deputados: é a economia, estúpidos!

o vídeo que todos os portugueses deviam ver

coelho no pote

o dr. cavaco ouviu das boas

Intervenção do Dr. Marinho Pinto na sessão solene de abertura do Ano Judicial. Não acrescento nada. Que poderia eu acrescentar? Ficou tudo dito, da melhor maneira.

somos ricos



Em Espanha, o gás e a gasolina são mais baratos do que cá. E a GALP perdoa a dívida, em caso de desemprego. Em Portugal não. Qual quê?! Nós somos mais ricos do que os espanhóis. Por mim, já tomei uma decisão: emalar a trouxa e zarpar. Para Espanha. Olé!

tachos e panelinhas



Leonor Beleza, presidente da Fundação Champalimaud, tem agora também um alto cargo no Millenium (fora aqueles que a gente não sabe). Ou seja: na minha aldeia todos são primos e primas. Cargos e prebendas são para a família. Só lhes fica bem!

A notícia vem no Jornal Económico online:

24/03/11

um vídeo antigo, uma paródia actual

a aurora boreal por terras russas

os homens da luta atacam de novo

parabéns a você

Este bebé é que tem razão, deve ser a canção mais irritantemente ouvida e cantada em todo o mundo.

self-service canino

pandas vermelhos a brincar na neve

coelho desmascarado


É caso para dizer: à primeira cavadela, saiu minhoca. O PSD, sob a inspiração do líder Coelho, deu um empurrãozinho para a queda do governo por, alegadamente, não concordar com a implementação de acrescidas medidas de austeridade que asfixiem ainda mais os portugueses.  Isso foi ontem. Hoje, com o governo demissionário, e falando com certeza na qualidade de pré-chefe do governo, cujo cargo deve julgar que está no papo, o mesmíssimo Coelho vem insinuar a necessidade de aumento do impostos, nomeadamente do IVA. Coelho escondido com rabo de fora.

Como primeiro-ministro já se vê no que vai dar. E não está a dizer tudo o que lhe vai na alma. Como político é inábil, mas não será burro. Acho eu.

proibido fumar

Bill Hicks, infelizmente já desaparecido, foi um dos mais corrosivos comediantes contra o politicamente correcto e o fundamentalismo americano. 

a hipocrisia dos pró-vida

o que dá ser honesto


A minha mulher perguntou:
- Com quantas mulheres já dormiste?
Respondi-lhe:
- Só contigo, meu amor. Com as outras, fiquei acordado.

Horário de visitas no hospital: 15 às 17 h, salvo para mudança de penso.

o ópio do povo, já lá dizia o outro

sem perdão, dr. soares, sem perdão

Os (políticos) ricos que paguem a crise!

Na VISÃO de hoje, Mário Soares afirma que Sócrates tomou, corajosamente, as medidas necessárias para salvar o país. E mais uma vez aponta, com uma certa razão mas não toda, a crise mundial como responsável pelo que nos está a acontecer.

Esqueceu-se Mário Soares, talvez por ter culpas no cartório, que a nossa crise foi provocada, em grande parte também, pelos políticos e seus amigalhaços, os que "comem tudo e não deixam nada".

Eu até percebo que, neste altura do campeonato, seja necessário apertar o cinto. O que não percebo é que Sócrates e o seu governo estejam a apertar o cinto, e o pescoço, aos portugueses, mas deixem de fora os mais favorecidos. Para eles não houve PEC algum. Nenhuma medida destinada a fazê-los contribuir para a resolução da crise. Nem aos apaniguados colocados em empresas públicas ou semipúblicas. Nem aos bancos. Nem às mordomias de ex-presidentes da República (olá, dr. Mário Soares!), às alvíssaras de deputados e ex-deputados, às gordas reformas da gente dos partidos do poder, às despesas perdulárias com motoristas, consultores, assessores. Nem, em suma, aos ricos que fogem do fisco como o diabo foge do santo lenho, com sucesso e proveito, diga-se. E paro por aqui que não quero maçar o leitor com uma lista infindável de práticas condenáveis, de iniquidades, de corrupção, de abuso de poder, de injustiças, de crimes contra o povo e contra o erário público. Os portugueses de bem sabem do que falo. E não sabemos nós nem da missa a metade.

Não, Dr. Mário Soares. Sócrates não tem atenuantes nem perdão. E, com ele, o PS deve ser castigado. Por muito que me custe ver o PSD, outro que tal, subir ao poder, o PS não o merece nem merece o voto dos portugueses.

a análise serena de antónio barreto

jangada de pedra

a queda de um anjo


Não se esqueçam de que o homem é um animal feroz. Quem o julga ferido de morte deve pensá-lo com cautela. Até ao lavar dos cestos é vindima. Ai pois é.

Nota: mais uma vez, obrigado ao autor do blogue WE HAVE KAOS IN THE GARDEN. Sem ele o PECHISBEQUE existia. Mas não tinha a mesma graça.

o mestre de xadrez


E mais uma vez sua augusta majestade teve o que queria. Sem mexer uma peça do xadrez político, sem exercer a influência que compete ao presidente. Refastelado no trono de Belém, bastou-lhe aguardar paulatinamente a visita e a demissão do Primeiro que não queria, que sempre abominou. Com a mantinha pelos joelhos. Quentinho, confortado, vingado. Até tem, tal como o Salazar de outrora, a sua Maria.

elegia fúnebre


Artigo da VISÃO online. Comovente carta aberta em agradecimento ao grande camarada que se vai embora. Do Governo. Quem sabe se não mesmo do País, para outro onde não seja tão vilipendiado, tão incompreendido. Leia, leia e derreta uma lágrima. Eu próprio já lacrimijei.


Carta ao meu amigo Zé
Cerca de 300.000 pessoas, um pouco por todo o país, 
tudo a protestar contra o estado das coisas, contra 
a falta de oportunidades... Eles não entendem 
o que tu já tens feito pelo bem deles!

Artigo escrito por Alice Morgado

uma golfada de humor

Golfista beijando, agradecida, o Troféu Sócrates, instituído em homenagem ao primeiro-ministro cessante. Porque, mais uma vez, o homem mostra que os tem no sítio.

Ainda a questão do IVA reduzido para o golfe, mas agora pela pena primorosa de Ricardo Araújo Pereira. Se não pode ser considerado um politólogo, cá para mim é um dos nossos melhores comentadores políticos. O texto, como sempre, é da revista VISÃO.



O golfe como desígnio nacional
Em Portugal, o golfe é um desporto cada vez mais barato,
 e ser pobre é um desporto cada vez mais caro. A mensagem do Governo 
é clara: "Portugueses, não sejam pobres."

m.....! não era isto que eu queria

Esta canção é de 2009. Porque estar à rasca é pecha que vem de longe, de muito longe.

23/03/11

o senhor que se segue

Se tivéssemos tino, agora é que era: aproveitar-se-ia a demissão de Sócrates para mudar radicalmente de políticas e de políticos. Mas, ou me engano muito, ou não é isso o que vai acontecer. Os portugueses vão eleger Passos Coelho. As moscas mudarão mas é tudo o que vai mudar, o monturo continuará a crescer "imundo e grosso", Fernando Pessoa que me desculpe o roubo das palavras. As moscas mudam. Sai o moscardo, entra a varejeira, mas as dificuldades dos portugueses persistirão, ou irão agravar-se, agora sob a batuta do FMI, essa reconhecida organização de malfeitores que não nos vem ajudar por causa dos nossos lindos olhos, mas sim porque espera retirar proventos da sua intervenção, e que proventos: o fim do Estado como entidade responsável por garantir o mínimo de condições de vida a todos os portugueses, melhor ensino, melhor saúde, melhor justiça social.

Lá porque este governo vai deixar de piar, não é razão para metermos a viola no saco. Há que honrar as intenções e o espírito do 12 de Março, há que continuar a exigir a mudança de rumo político, o fim da corrupção e do compadrio, a racionalização dos gastos do Estado, o corte radical nos ordenados obscenos para quem exerce cargos públicos, o encerramento de todo e qualquer organismo estatal supérfluo, a perseguição feroz aos que declaram ao fisco uma pequeníssima fracção do que ganham, a dinamização da economia com realismo, espírito empreendedor, perseverança, vontade de vencer, e vencer sem subsídios para aqui e para acolá, cunhas para isto e para aquilo, mandriice e falta de visão.

Continuemos a planear e a levar a cabo iniciativas nesse sentido. De maior ou menor êxito, todas elas contribuirão para, a pouco e pouco, levar a água ao nosso moinho e a moralização à vida política.

Quem estiver a esfregar as mãos e a comemorar a tão desejada queda de Sócrates, lembre-se: vem aí pior. Coelho e FMI numa mistela que nos irá dar muitos, muitos amargos de boca.

Continuemos a usar as redes sociais, a fomentar a organização de movimentos cívicos, a protestar, esclarecer, pressionar, denunciar. A não calar. 

estes é que são ases pelos ares

há lodo no cais


Estamos no pântano, já Guterres o dizia. A incompetência de uns, a avidez de outros, e aqui temos o resultado: um país adiado, constantemente adiado.

vem aí o lobo mau!


Tudo o indica. O FMI vem aí. Nesta altura do campeonato, todos os portugueses deveriam ler A DOUTRINA DO CHOQUE, de Naomi Klein, que relata os autênticos crimes perpetrados por esta instituição em muitos países, se não mesmo em todos, onde foi chamada a intervir. Recomendo vivamente o livro desta jornalista canadiana, apesar da tradução ser abaixo de cão. Eu empresto o meu exemplar a quem quiser lê-lo. Mais voluntários precisam-se!

peço desculpa por esta interrupção

Tired, freaked-out business man preparing to smash a computer monitor with a hammer. Stock Photo - 417489

O PECHISBEQUE foi removido esta manhã, não sei porque carga d'água. Felizmente já voltou. Ufffa, não ganhei pró susto!

ooops, cai ou não cai?

Não vai deixar saudades. Não vai, não.

o melhor anúncio para a internet que vi até hoje!

Este anúncio é qualquer coisa de inacreditável. Chamar-lhe fabuloso é quase um insulto, porque é muito mais do que isso.

Um caçador, entretido nas suas abluções matinais em plena floresta, é surpreendido por um urso feroz. Corre a pegar na arma e liquidar o perigoso intruso mas, coração de manteiga como é, não consegue disparar. Em vez disso, pega num corrector (sim, trata-se de publicidade a um corrector) e apaga a palavra SHOOTS do título do vídeo (A HUNTER SHOOTS A BEAR = Um Caçador Dispara Contra um Urso). Mais ainda, vira-se para nós e convida-nos a escrever outro verbo no lugar onde anteriormente aparecia SHOOTS e, depois, clicar em PLAY.


Escrevi várias palavras:


KISSES (um caçador beija um urso)
COOKES (um caçador cozinha um urso)
HUGS (um caçador abraça um urso)
SHAKES (um caçador abana um urso)
SINGS FOR (um caçador canta para um urso)
LAUGHS AT (um caçador ri-se de um urso)
PLAYS WITH (um caçador joga com um urso)
SLEEPS WITH (um caçador dorme com um urso)
DANCES WITH (um caçador dança com um urso)

E, finalmente, mente porquinha a minha, escrevi FUCKS (não, não traduzo, toda a gente sabe o que é e, se não sabe, devia saber, porque é aquilo que até os bichinhos gostam). Se já estava a achar o anúncio delirante, a partir daqui fiquei rendido à evidência: há génios na publicidade.

22/03/11

ladrão global

A história começa com o roubo de um computador. Só que a vítima foi um sujeito altamente especializado em informática, que tratou de aceder remotamente ao disco rígido do laptop "desviado" e descobriu este vídeo do ladrão numa dança que se pretendia ... longe de olhares indiscretos. Mas, como o crime desta vez não compensou, o vídeo - com a cara do ladrão que, pelos vistos, não tem só mão ligeira mas os pés também - corre agora mundo através do You Tube. Caso para dizer: até para gamar é preciso ter sorte!

ai se as esposas reagissem assim, quantos divórcios se evitariam!

Já vimos aqui um bebé que se assusta e ri, uma coisa de cada vez, sempre que a mamã se assoa. Agora, é um pai que finge que ressona. E o pingentinho ri-se desbragadamente. Há por aí tantos maridos que gostavam que as mulheres reagissem assim aos seus roncos nocturnos, às gargalhadas em vez de os empurrar da cama às invectivas!

ganda estilo, ó chavalo!


And you are?”

à pai adão!

o censos da aldrabice


Já aqui referi a forma como se está a tentar, e pelos vistos a conseguir, encobrir os dados de trabalhadores a recibos verdes, para o governo do nosso descontentamento ficar bem nas estatísticas (o mesmo governo que inventou as novas oportunidades e outras falcatruas que, num qualquer país democrático, não é o nosso caso, dariam escândalo).  Mas vem a lume outra artimanha, destinada a mostrar que Portugal tem a menor percentagem de pessoas sem-abrigo da Europa ou, quiçá, do Mundo inteiro, incluindo a Suíça, o Luxemburgo, a Suécia ou até o Vaticano. Se não tiver onde  morar mas se se abrigar habitualmente num edifício abandonado, mesmo que esse edifício esteja em ruínas, fique a saber: você não é um sem-abrigo. Se não tiver casa mas, por alturas do censo, estiver hospitalizado ou tiver sido recolhido provisoriamente numa instituição, você não é um sem abrigo. Se não tiver onde viver mas, no momento do censo, ficar a dormir em casa de um familiar ou amigo, mesmo que seja por uma noite ou duas, você não é um sem-abrigo. Se a sua "casa" é um abrigo natural, uma cavidade na rocha, uma gruta, aprenda que eu não duro sempre: sem-abrigo é que você não é. Só faltou o bom senso de, para efeitos de censo, dar a equivalência de habitação a currais, pocilgas e cavalariças. Lá chegaremos.

A explicação vem aqui toda, para que os sem-abrigo fiquem a saber que o não são. Vão, de certeza, ficar contentes com esta ascensão na vida. Por recenseamento.

brincar aos clássicos e outras músicas


era uma vez na américa

lisboa em ruínas


O país está arruinado, dizem. Lisboa está em ruínas, sabe-se. Pode haver dinheiro para tudo, menos para o essencial, manter a cidade de cara lavada e cabeça erguida, para atrair turistas e dinheiro estrangeiro. Para além, mais importante ainda, de dar alguma qualidade de vida às pessoas que habitam nesses edifícios em risco de derrocada. Não precisamos de um sismo para Lisboa ficar em escombros, os políticos encarregam-se do serviço, são o tremor de terra que nos flagela há muito.

Esta notícia do Jornal de Negócios não me conforta, sei de ginjeira que também o inferno está cheio de boas intenções, só vendo vou crer.

Lisboa tem mais de 11 mil edifícios em ruínas ou devolutos
22 Março 2011
Bruno Simões - brunosimoes@negocios.pt

O município de Lisboa tem, actualmente, 11.756 edifícios a necessitar de intervenção urgente, por estarem em condições precárias de conservação. Destes, 7.085 estão em mau estado ou em ruínas e 4.681 estão devolutos.

e sanções para a estupidez, não há?

Repare-se como o parlamento está a abarrotar de deputados afobados!

deixe-se levar pelo sonho

outra canção, outra razão para amar a vida

Desculpem o título piroso. E as imagens do vídeo, algumas delas. Mas, senhores, esta canção não "fala" ao coração, grita-lhe, estraçalha-o, deixa-o de rastos.

velhos amantes

Para mim, uma das canções mais bonitas de sempre!

bingo!


PP acha que tem já um lugar assegurado no Governo, talvez até voltando a jogar à Defesa (dava jeito a Portugal mais um ou dois submarinos e as máquinas de fotocópias do Ministério têm andado demasiado ociosas). Esfrega as mãos, deita foguetes antes da festa, grita Bingo! Vamos ver se a sorte ao jogo o acompanha tanto como o desamor que lhe tem a maior parte dos Portugueses. Por mim, dava-lhe um 0 no totobola político. E era um pau!

descubra a diferença


Millôr Fernandes lançou um desafio através de uma pergunta:
- Qual a diferença entre Político e Ladrão?
Chamou muita atenção a resposta enviada por um leitor :
- Caro Millôr, após longa pesquisa cheguei a esta conclusão :
"a diferença entre o político e o ladrão é que um eu escolho, o outro me escolhe. Estou certo?" Fábio Viltrakis, Santos - SP.
Eis a réplica do Millôr :
- Puxa, Viltrakis, você é um gênio... Foi o único que conseguiu achar uma diferença!

radiografia de um país




Artigo de Clara Ferreira Alves:

Não admira que num país assim emerjam cavalgaduras, que chegam ao topo, dizendo ter formação, que nunca adquiriram, (Olá! camaradas Sócrates...Olá! Armando Vara...), que usem dinheiros públicos (fortunas escandalosas) para se promoverem pessoalmente face a um público acrítico, burro e embrutecido.

laranja amarga



21/03/11

terna é a noite

Se fuma, pegue num cigarro. Se bebe, pegue numa bebida. E agora, sente-se. Escute.

você é o pelé?

Não, eu sou o Jô Soares, sua piranha!

repórter de desporto: profissão de alto risco

coitadinhos, também têm direito à vida


Porque não hão-de eles viajar em business class e à borla? Coitadinhos, isto já é embirração pura e simples. A gente paga, a gente não se importa. Ah! E dêem-lhes champanhe e caviar durante o percurso. Enquanto as nossas algibeiras tiverem mais do que cotão, a gente paga. A gente adora-os, pois então.


A notícia é da Rádio Atlântida.

as cores do álcool

DRY-MARTINI

O departamento de química da Universidade da Flórida tirou fotografias de vários tipos de bebidas alcoólicas vistas ao microscópio. Da tequila ao uísque ou ao vodka, cada cor seu paladar!

à venda na amazon



Livros dedicados à flatulência, às mais íntimas partes do corpo humano e outras obras-primas da literatura universal, para adultos e crianças.

mecânicos improvisados

m40

Gostava de ter visto a cara do dono quando voltou para o carro!

espantalhos atrevidos

o primeiro amor de sorôr angélica

lisboa à lua



Foi assim na noite de 19 de Março.

brincadeiras parvas

cachorro quente devora cachorro quente ...

quer um conselho? compre um iate!

gasolina1

Texto do cantor e autor Pedro Barroso, publicado no mural do facebook do GRITO:

O litro gasóleo PARA OS IATES vende-se a 80 cêntimos!...

Agora, todos ficam a saber : quem tem iates e embarcações de recreio beneficia de gasóleo ao preço do que pagam os armadores e os pescadores, por aplicação do Artº 29º do Cap. II da Portaria 117-A de 8 de Fevereiro de 2008.

a rainha do CDS

Imagem e texto do blogue WE HAVE KAOS IN THE GARDEN:


Muitas lágrimas e emoções na eleição da Rainha do CDS. Um filme sem grande qualidade nem com representações muito brilhantes dos actores. Suficiente para satisfazer as televisões e para os comentadores de serviço poderem dizer as banalidades de sempre.

o tango acabou




O PSD recusa negociar o novo PEC. Uma pena. E nós que gostávamos tanto de os ver dançar.

lucros obscenos


A Brisa bem poderia, ai pois poderia e deveria, baixar os preços das portagens numa altura em que os portugueses estão a ser literalmente asfixiados, qualquer dia degolados, com aumentos de preços e de impostos para pagar a DÍVIDA aos MERCADOS (os palavrões em maiúscula, respeitem-se deus e os seus apóstolos). Aqui fica a ideia. Não cobro nada por ela.


Lucro da Brisa sobe 420% para 778,5 milhões de euros em 2010
por Agência Lusa, Publicado em 18 de Março de 2011

reacção natural

tive um sonho


Ainda sonho, vejam lá, na minha idade ainda sonho. Sonhei que o governo tinha mudado, que o poder tinha sido posto nas mãos de gente honesta e de valor, capaz de nos fazer ressuscitar das cinzas. Sonhei com estes nomes, outros poderiam ter sido, nem todos são crápulas em Portugal, nem todos são prostitutos do poder. Estes foram os que povoaram os meus sonhos de esperança. Capazes de governar sem peias partidárias. Sem compromissos espúrios. Com vontade de servir e não de se servirem. Com vontade de enfrentar a corrupção e os interesses instalados. Com a firmeza de quem, não devendo, não teme. Com estes ou com outros de igual calibre, salvaríamos Portugal. Ainda estamos a tempo.

Nota: o elenco governativo não está completo, faltam, entre outros, o primeiro-ministro. O despertador tocou no momento em que ele me ia ser anunciado!

Ministério da Economia e Finanças (fusão de 2 ministérios)
MEDINA CARREIRA

Ministério da Justiça e Administração Interna (fusão de 2 ministérios)
MARIA JOSÉ MORGADO

Ministério da Educação, Ciência e Tecnologia (fusão de 2 ministérios)
ANTÓNIO BARRETO

Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social
ALFREDO BRUTO DA COSTA

Ministério das Obras Públicas e Ambiente (fusão de 2 ministérios)
HELENA ROSETA

Ministério da Saúde
FERNANDO NOBRE

Ministério da Cultura
DALILA RODRIGUES

as rainhas do mal



Primeiro, povoaram de pesadelos a nossa infância. Agora, voltaram para nos infernizar a vida. Uma é fria como uma estátua de gelo. Outra, mentirosa. Outra, ardilosa. Outra, vaidosa e superficial. Todas são egoístas. Todas são malévolas. Quando uma nos flagela com maldições, as outras condenam para cair nas boas graças do povo. Mas, logo a seguir, são as outras que fazem o mal e a escaramuça. Dizem cobras e lagartos umas das outras mas, na hora de embruxar, juntam-se todas, trocam receitas de poções macabras, fazem feitiços para nos lixar e nos manter aporrinhados, submissos, reverentes. Roubam-nos o pouco que temos para distribuírem entre si e os seus lambe-cus. Nos livros, os maus são sempre castigados. E na vida real?

marioneta de um deus menor

 Maeioneta europeia

O mundo está a mudar. Para pior. As condições de vida do cidadão comum vão-se deteriorando. Os salários vão baixando até limites insultuosos. O desemprego vai aumentando até números nunca antes atingidos. As poucas (sim, poucas!) regalias sociais que usufruíamos vão-nos sendo sonegadas. Dizem-nos, martelam-nos constantemente com a teoria de que, até agora, vivemos na abundância, gastamos demais, não mais somos do que um povoléu perdulário, esbanjador (e esta "acusação" ainda mais ridícula se torna quando dirigida a nós, um dos povos menos abastados da Europa). O mundo está a mudar. Agora, é a economia quem mais ordena, não os políticos e muito menos os povos. São os mercados, essa sacrossanta instituição que não se percebeu ainda muito bem quem é ou o que são, que nos vai dizer qualquer dia, já faltou mais, o que vamos ler, ver, acreditar. Os mercados e, no nosso caso, a Comunidade Europeia, sua obediente serva, sua agência para o Velho Continente, sob a batuta e a batota do líder dos pau-mandados, o mordomo dos Açores, o cavalheiro das tristes figuras, marioneta de um deus menor, o deus Capital. Mas o pior ainda está para vir. Esta notícia do Expresso é apenas mais um indício, só mais um, de que o mundo está a mudar e que nos querem mudar com ele: os nossos hábitos, as nossas condições económicas, as nossas crenças e a nossa liberdade. Cabe-nos a nós fazer com que não o consigam. Nada é irreversível. Ainda não.


Exército norte-americano quer controlar
redes sociais


A notícia surge numa altura em que as revoluções nascem nas
redes sociais e países como a China procuram controlar a Internet.

20/03/11

avalanche à moda russa

Uma avalanche provocada a tiros de canhão. Só que é provocada bem demais e atinge proporções inesperadas ...

vamos dançar a salsa!

o pato donald em carne e osso

explosão subaquática

por essa terra adentro

Continuam a surgir, de todo o lado, vídeos amadores do tsunami no Japão.

rico ricochete

tudo a nu!

venha a mim o vosso PEC

Desta vez, tanto o texto como a imagem são do blogue We Have Kaos in the Garden. Bem-haja o autor!




Enquanto o Passos Coelho e o Sócrates continuam a mostrar os dentes um ao outro lá surgiu o Pedro Silva Pereira, uma espécie de clone do seu chefe, a mostrar o "coração aberto" e a mostrar a abertura para o diálogo. Estranho é ainda haver quem continue a acreditar e a cair neste estratagema que o governo já utilizou tantas vezes. Uma coisa o Engenheiro já conseguiu, ganhar a possibilidade de poder acusar o PSD de ser responsável pela crise politica e, se lhe juntarmos a sua habilidade de vendedor de "banha-da-cobra" e a inabilidade do Passos Coelho quando se deixou colar ao fim do Serviço Nacional de Saúde e da Escola Pública, muitos dos que já dão como certo um governo do PSD podem vir a ter uma surpresa. Não devemos esquecer o que aconteceu em 2009 quando poucos acreditavam numa reeleição do Sócrates. 

fugir ao tsunami

arrastada na corrente

No Brasil, uma mulher é levada pela água das chuvas como se de um brinquedo se tratasse. Salva por um desses heróis que dignificam o mundo.

o dia de st. patrick em sidney

não querem lá ver as cabritas!

lavadinhos

um senhor da droga agradece às nações unidas

É preciso desfaçatez, e ele tem-na.

dia de glória


Para uma amiga muito querida, a melhor que alguém pode ter, champanhe e flores, muitas flores. Penso em ti. Sempre!