06/08/11

que buena la fiesta, hermanos!

Puerta del Sol, Madrid, 5 de Agosto de 2011.





anúncio proibido e com uma certa razão

já vi de muita coisa na vida, mas nada como isto

de janeiro a janeiro, pagamos mal o ano inteiro

por Pedro Sales


Aparentemente, alguém na Jerónimo Martins pensou que divulgar um plano da empresa para garantir comida e apoio social a 1100 dos seus trabalhadores seria uma boa manobra promocional. Em tempos de crise económica, quem demonstrar as melhores credenciais sociais parte na posição da frente no ranking da boa vontade dos fregueses.

Aparentemente, ninguém na Jerónimo Martins parece ter parado para reparar que uma empresa ter nos seus quadros 1100 pessoas que, trabalhando, não conseguem sair da miséria mais absoluta, pagar as despesas de alimentação e saúde diz mais sobre os salários praticados pela mesma do que da incapacidade congénita dos seus trabalhadores (desculpem, queria dizer colaboradores) em gerir o seu dinheiro.

http://freerice.com/


Guarde este URL:

Foi eleito o site da semana pela revista Visão:

São dois os objetivos do FreeRice.com: Permitir o acesso gratuito à educação e ajudar a acabar com a fome no mundo, doando arroz a quem dele precisa. Para isso, convida todos a responder a perguntas (umas simples outras nem por isso) de várias áreas - a cada resposta certa equivalem 10 grãos de arroz. Parece pouco? Desde o arranque do projeto, em outubro de 2007, já foram doados mais de 91 biliões de grãos de arroz.

Clique já:

o sol voltou a brilhar!

Milhares de espanhóis encheram de novo, esta noite, La Puerta del Sol em Madrid.

para aprender inglês, nada melhor do que uma boa diarreia

Um curso de inglês da televisão japonesa.

05/08/11

organizem-se saraus de beneficência

Parece que regressei aos tempos da minha infância: a caridadezinha está de volta e está de volta em força! A Sopa dos Pobres amplia-se, distribui-se comida grátis, os medicamentos quase em fim de prazo são entregues aos mais necessitados. Medidas avulsas que quanto muito mitigam mas não resolvem, nem tentam resolver, o verdadeiro problema: no Portugal do século XXI, pobreza é coisa que já não devia existir, que já devia estar extinta como o foram o Estado Novo, a Legião, a Pide, a Mocidade Portuguesa, as Madrinhas de Guerra, o Colonialismo.

Que venham de novo os saraus de beneficência, as quermesses, as vendas de caridade, os bodos.

Pobre Portugal. Pobres portugueses.

num país em hecatombe, e para não parafrasear catroga, andamos há dias a discutir merdices


Fonte: http://henricartoon.blogs.sapo.pt

uns com tanto, outros sem nada


em defesa do paraíso

en garde, lagarde!

O FMI anda com azar (e é bem feito, para não andar a espalhar o azar pelo mundo fora há tantas décadas). Primeiro, foi Dominique, acusado de desviar os fundilhos em benefício púbico. Agora é Christine, acusada de desviar fundos em prejuízo público. Por outras palavras, da arte de fornicar, aos pares ou em grupo, são eles  praticantes exímios.

a ganância

não há machado que corte

Impedidos de entrar na Puerta del Sol, os Indignados têm vindo a manifestar-se pelas ruas de Madrid há 3 dias consecutivos. Nas imagens, a violência policial, ontem, em frente do Ministério do Interior.







04/08/11

os silvas vão de férias para a coelha


E se não voltassem, se se mantivessem por lá numa reforma dourada, que bom serviço a Portugal e aos portugueses!

vítor gaspar, vagamente louçã


por Bruno Sena Martins

É quase comovente ver os esforços do actual governo para tentar estar à altura das exigências da Troika, digo quase porque a actual conjuntura, como se percebe, não é mais do que um pretexto para cumprir o projecto antigo de colocar Portugal na vanguada de uma Batalha Final pelo neoliberalismo. Gosto do estilo de Vítor Gaspar, sinceramente, mas não se deixem enganar, as vestes de aluno esforçado, vagamente totó, não são mais que isso: move-o a antiga vontade de estiolar o sector público distribuindo-o pelos interesses privados afáveis ao capitalismo de iniciativa estatal, move-o o desejo de taxar a classe média enquanto os proventos da especulação são escoltados até aos bolsos de uns quantos, move-o a construção de um paradigma de segurança social em que a prestação pecuniária se indistingue da esmola. Meus caros, em parcos 11 segundos, eis Vitor Gaspar e seus esforçados muchachos:


a nivea retira israel do seu site

ficam-nos com a praça, tomamos as ruas

Imagem curiosa, no dia em que a polícia decidiu tomar La Puerta del Sol para si.

já lhes tinha dito hoje que o desporto faz mal, quanto mais não seja à moleirinha?



já nem o negócio de bordel é o que era, é o que vos digo


De uma assentada, duas notícias do Expresso online.

Uma, a de que o aeroporto de Amesterdão, Schipol, se está a tornar cada vez mais numa espécie de red light district em grande escala. Por outras palavras, prostitutas dos países de leste viajam todos os dias, ida e volta, até Amesterdão, aproveitando os voos low cost, a fim de terem encontros sexuais com passageiros em trânsito. Encontros esses previamente agendados, está claro, pois não se calcorreiam centenas ou milhares de quilómetros para uma visita às free shops locais, por mais abundante e atraente que seja a mercadoria exposta.

A segunda notícia leva-nos até à Suíça. Os autarcas de Zurique estão a planear edificar um drive-in nos arrabaldes da cidade destinado à prática do sexo pago, como forma de desviar das ruas, mormente do centro da cidade, as profissionais do prazer.

Por cá, ainda temos os lupanares à moda antiga e, ao que consta, motéis a armar ao pingarelho. Assédios no aeroporto, só se for das meninas que nos tentam impingir cartões de crédito; apertos, só se for na gaiola dos fumadores, onde os vícios de boca são outros; apalpões, só se for no controle de segurança e por agentes do mesmo sexo, não vá o diabo tecê-las.

Fica aqui no entanto uma ideia à atenção do Ministro das Finanças. No afã de sacar o máximo aos seus concidadãos, porque não estender o pagamento de IRS e IVA ao negócio? Desenrascados como são os portugueses, não faltarão tentativas de criar um paraíso fiscal algures entre Monsanto e as Avenidas Novas, assim um género de off-shore do sexo livre de impostos. Claro que os off-shores são sagrados, nesses ninguém toca, mas o que é preciso é apanhar os praticantes desprevenidos. Durante uns tempos, enquanto o pau vai e vem, folgarão as costas e encher-se-ão um pouco mais os cofres do Estado à custa e por conta das novas contribuintes. E, porque esta é também uma questão de tacadas, sugiro que a taxa do IVA seja igual à do golfe, 6%, para não se prejudicar o turismo nacional.

Taco a taco, o taco voltará!

03/08/11

os portugueses são melhores, sempre foram muito bons a dar o salto e agora a situação a isso obriga

os sacanas sem lei crescem nos sítios onde a lei se faz

também a este, o medo é coisa que não lhe assiste

call of duty

O Presidente da Câmara de Vilnius, Lituânia, lançou uma campanha original contra o estacionamento irregular de automóveis. Deu tanto nas vistas que o vídeo corre mundo. O Costa da Câmara que pegue na ideia. É que, às vezes, certas ruas de Lisboa mais parecem um silo gigante a céu aberto.

alguém sabe se o golfe ainda é taxado a 6%?

WTF?!?

é o que eu vos digo, anda muita gente por aí de cabeça perdida

saudades do tempo em que parecia que íamos acordar

lembra-me uma frase de la pasionária que era mais ou menos assim: mais vale morrer de pé do que viver de joelhos toda a vida

tunísia, egipto, líbia, síria, grécia, espanha, israel, o vírus ainda não chegou, mas vai chegar a portugal




Loretta Napoleoni é autora de dois livros já publicados em Portugal:

um país condenado à miséria

Por António Veríssimo.



Ainda agora cheguei e já decidi tirar mais umas férias da internet. Estar online significa depararmos com realidades dolorosas sobre os males que afetam e assassinam a humanidade. Sobre imensos políticos ao serviço da alta finança e corporações criminosas, com poderes enormes a nível nacional ou global, que desprezam os valores pela vida, pela dignidade, pela justiça, pela democracia real (e não a deles)… Enfim, tudo que sabemos e nos transporta para a tristeza que nos é transmitida pelas atualidades noticiosas. Em Portugal e no mundo.

Em Portugal, a exemplo da chusma de mafiosos globais, sabemos (vamos sabendo) que espera aos portugueses dias muito mais negros que os do presente. Pouco mais de metade dos portugueses com direito a voto elegeram nas últimas eleições legislativas os de sua preferência. Uns ínfimos números deram para encontrar uma maioria parlamentar nos partidos de direita (se é que sabemos na atualidade o que é isso da “direita”). Outro resultado não seria de esperar visto que não existe uma opção de esquerda no país (se é que sabemos o que é isso de “esquerda” na atualidade). Os que assim se dizem estão velhos mesmo que novos de idade, ancilosados, cheios de bolor e de teias de aranhas, a viver num passado que já ninguém sabe o que significa, desatualizados quanto ao que os rodeia – apesar de realmente estarem a abarrotar de razões e verdades. Mas daí não passam e por resultado o povo foge deles, os eleitores olham-nos de soslaio ao ouvirem as suas mensagens com linguagem verdadeira mas, na realidade, que não lhes toca e ainda lhes provoca mais dúvidas. Vai daí votam na dita “direita”. Elegem os seus carrascos e alargam o espaço do seu cadafalso, da forca. Do nosso cadafalso. Foi assim que vimos Cavaco Silva – fiel executor da alta finança – ser eleito PR por uns míseros números de eleitores calculados em um quarto dos votantes em Portugal, salvo erro. Foi assim que vimos outro fiel executor da alta finança ser eleito pelo PSD, Passos Coelho, e aninhar-se no governo com o CDS de Paulo Portas para garantir uma maioria absoluta no parlamento. E agora vai ser como eles quiserem. E agora de nada vale barafustarmos. E agora mantém-se a teoria do carneirismo luso. Nada vale a pena quando a consciência é pequena.

rebelião já!

De que é que este povo, ensimesmado e propenso ao masoquismo, está à espera para vir para a rua? Que roubem os empregos a quem ainda os tem, as casas, o futuro dos filhos? Este governo já deu provas de que mais não vem do que dar serventia aos usurários de Portugal. Sócrates fez mal. Coelho faz pior. Sob uma capa de hipocrisia total, insinuando moralidade e contenção nos gastos do Estado, mais não está a fazer do que a entregar de mão beijada este vilipendiado país ao grande capital que, sem peias nem barreiras que o contenham, está a saquear o que resta de Portugal. E nós? Vamos deixar?

israel, a luta avança



o fosso sangrento

Por Baptista-Bastos

Tenho para mim que o desfecho desta governação vai desembocar em algo de muito mau. Um mês e pouco depois da entrada no poder, o que o Executivo tem feito não corresponde à ideia de que o bom Governo é aquele cujas decisões são balizadas pela equidade e pela ductilidade. Estas, têm sido marcadas por uma brutalidade insuportável, atribuindo-se a violência ao memorando da troika, que (dizem) pouco espaço de manobra permite. O aumento no preço dos transportes é outro dos sinais dessa brutalidade. E a inquietação generalizada dos que mais sofrem a insensibilidade das deliberações está a transformar-se em indignação.

associação de malfeitores


Imposto extraordinário sobre o 13º mês, aumento de transportes que chegam aos 25%, e ainda falta o IVA, o IMI e sei lá que mais impostos para aumentar, porque cada milhão é necessário para conter o défice e pagar a dívida. Vendem-se as empresas do Estado. Ou serão, como no caso do BPN, para oferecer? Oferecer com bónus  Um banco onde já foram enterrados 5 mil milhões dos nossos impostos, sem que se veja acusar ninguém pela da maior fraude de sempre da história portuguesa. Há mesmo quem tenha feito parte dos órgãos sociais do BPN nomeado para a nova administração da CGD. O grande amigo do Cavaco, Dias Loureiro, mudou de ares para o sol de Cabo Verde. O BPN agora vendido por 40 milhões em que vai ter de ser o Estado a pagar o despedimento de 750 trabalhadores depois de capitalizar o banco com mais 550 milhões do dinheiro dos nossos impostos, dos nossos sacrifícios. Lixa-se a vida de milhões de portugueses para poupar meia dúzia de milhões e depois oferecem-se 550 milhões de mão beijada. Tenham vergonha, os vampiros que nos sugam, e tenhamos nós força para os combater.

denuncie aqui os casos de corrupção e fraude


Comece por denunciar o caso da venda do BPN, mais um escândalo a juntar aos outros já associados a este banco. Uns enriqueceram à conta do banco, nós (os portugueses todos) pagámos para o tirar da falência. Agora, que podiam ter entrado nos cofres do Estado pelo menos 100 milhões de euros, foi vendido por 40 milhões. É preciso que alguém explique isto. Vá, escreva. Isto não pode ficar assim.

https://simp.pgr.pt/dciap/denuncias/

o polvo

por Sérgio Lavos




Havia quatro potenciais compradores do BPN. O governo PSD/CDS, através de uma Caixa Geral de Depósitos recheada de novos boys dos dois partidos, quer negociá-lo em regime de exclusividade com o BIC, cujo presidente é Mira Amaral, antigo ministro de um dos clientes mais famosos do BPN, Cavaco Silva. Para além dos 40 milhões que o BIC afirma ir pagar, metade dos funcionários irão ser despedidos. Entretanto, um dos compradores que foram preteridos, o NEI, vem dizer que nunca fez uma oferta que fosse inferior a 100 milhões de euros (sim, 60 milhões mais do que é proposto pelo BIC), e que a proposta seria sempre vantajosa para os trabalhadores. Excluído à partida, este grupo de investidores vem falar agora de uma luta de David contra Golias. Julgo que ninguém poderá ter dúvidas sobre a natureza deste negócio. A história do BPN é uma mafiosa pescadinha de rabo na boca, um vaivém criminoso entre PS e PSD que rapinou ao Estado (que somos nós, não esquecer isto) incontáveis milhões. Fundado por figuras do PSD, ligadas aos governos de Cavaco Silva, fez crescer a fortuna de muitos durante os anos de bonança financeira, recorrendo a empresas fictícias offshore e a ilegalidades várias. Quando estava prestes a afundar-se, o governo PS decide esbanjar erário público na sua recuperação, dando razão ao ditado: o crime compensa. E o círculo completa-se, já com o PSD no poder, com a venda, aparentemente ruinosa para o Estado, a uma instituição financeira ligada a outra figura do PSD cavaquista, Mira Amaral. Portugal há muito que se tornou uma metástase da Sicília, e ninguém parece interessado em acabar com a doença. Só não vê quem prefere não ver. E em terra de cegos...

tal e qual a europa, sem tirar nem pôr

Grécia, Irlanda, Portugal, Espanha. A empresa demolidora está sediada em Wall Street, Nova Iorque, com delegação em Lisboa na Rua da Imprensa à Estrela.

la plaza!

La Puerta del Sol retomada! Eram 3 da manhã.

zeca afonso, carlos paredes, as cantigas de portugal quando o sonho era possível

vou dormir, mas substituo-me por melhor companhia

y viva españa!

O título está gasto, piroso talvez o seja também, mas é o que me apetece escrever em homenagem a nuestros hermanos. Então não é que, depois de, esta manhã, a polícia ter impedido o acesso e permanência na Puerta del Sol, os madrileños voltaram a juntar-se, desta feita em frente do parlamento, em sinal de protesto pela actuação policial, no mínimo anti-democrática?

a troika quer, a troika tem


Como se sabe, o governo de Coelho é bem mandado e até quer ir mais longe do que o estabelecido pela troika (desde que, bem entendido, nenhuma dessas medidas vá bulir com os interesses e a bolsa dos seus apaniguados, amigos, comparsas e associados). Por ser assim, soubemos de fonte segura que está pronta a lista de freguesias a extinguir. Como se trata de um documento ultra-secreto, terá que clicar, por sua conta e risco, para a ler. Mas cuidado. É um rol eventualmente chocante, acho até que houve mãozinha do Vaticano na elaboração de tão completo e perfeito índex luso-geográfico.

negócios escuros

NEI confirma oferta superior a 100 milhões

O NEI, que confirmou esta terça-feira que ofereceu mais de 100 milhões de euros pelo BPN, fala em ‘David contra Golias’ na privatização do banco e adiantou que pediu uma reunião ao ministro das Finanças.

«A nossa proposta foi sempre superior a 100 milhões de euros», disse Jaime Santos, numa conferência de imprensa convocada pelo Núcleo Estratégico de Investidores (NEI), que apresentou uma das quatro propostas à privatização do BPN.

No domingo, o Ministério das Finanças comunicou a venda do banco nacionalizado ao BIC por 40 milhões de euros.

democracia, liberdade de expressão, direito de manifestação, palavras, palavras, meras palavras


La Puerta del Sol, Madrid, 2 de Agosto de 2011. Como em qualquer ditadura que se preze, a praça está sitiada pela polícia. Mais do que duas pessoas juntas são uma manifestação. Proíba-se!

o que é que a vida vai fazer de mim?

02/08/11

a cabeça rapada é só coincidência, espero

A moral e os bons costumes na óptica de um homem decente mas também podia ser a de um Salazar ou, então, a de um Zezé Camarinha.

lisboa debaixo de terra



Outros episódios desta série do Canal História:

alberto joão inaugura e manda-nos a factura (2)

Aposto que até às eleições vou poder publicar um post por dia com uma inauguraçãozinha lá no jardim do Alberto. Esta foi hoje num Call Center.



Para ver a novela eleitoral deste o princípio:
alberto joão inaugura e manda-nos a factura

operário em construção



Em Nova Iorque, nas obras do metro, um operário canta Sinatra aos transeuntes.

votou PSD? então era isto o que você queria, não era?


Nuno Crato ouvido pela Comissão parlamentar de Educação, Ciência e Cultura
"Muitos professores não serão contratados”

“Haverá bastantes horários zero e muitos professores não serão contratados”, afirmou esta terça-feira o ministro da Educação, Nuno Crato, durante uma audição na Comissão parlamentar de Educação, Ciência e Cultura. O ministro declarou ainda que esta “é uma situação difícil, humanamente preocupante, mas é inevitável que aconteça”.

chiça!

Um SPA dos Estados Unidos cobra 80 dólares por uma massagem com cobras. A mim, tinham que me pagar. 8000 dólares e não se fala mais nisso.



vinte razões para nunca, mas nunca, instalar uma piscina em sua casa

ainda vai ter um AVC de tanto trabuquir


Recebi por email e reproduzo com muito gosto:

António Nogueira Leite vai ser vice-presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos e ganhar mais de 20 mil euros por mês. O académico, que foi conselheiro de Pedro Passos Coelho (quem diria?), vai assumir funções executivas, ocupando o lugar de número dois do próximo presidente executivo do banco público.

Actualmente já é:

- administrador executivo da CUF,

- administrador executivo da SEC,

- administrador executivo da José de Mello Saúde,

- administrador executivo da EFACEC Capital,

- administrador executivo da Comitur Imobiliária,

- administrador (não executivo) da Reditus,

- administrador (não executivo) da Brisa,

- administrador (não executivo) da Quimigal

- presidente do Conselho Geral da OPEX,

- membro do Conselho Nacional da CMVM,

- vice-presidente do Conselho Consultivo do Banif Investment Bank,

- membro do Conselho Consultivo da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações,

- vogal da Direcção do IPRI.

É membro do Conselho Nacional do PSD desde 2010.

Os amigos começam a ocupar os bons lugares e, mesmo quando dizem que querem poupar e reduzir nas despesas, quando aumentam impostos, quando aumentam os transportes, a saúde e anunciam qua ainda agora começaram os sacrifícios, não têm vergonha de aumentar o número de administradores da CGD de sete para onze. Há que haver lugares para todos e aos Barões não serve qualquer um. Têm de ser lugares de luxo e prestigio que são gente importante.

os carrascos de portugal ou o grito das peixeiras, "quem me acaba o resto?"


Andam por aí há tão pouco tempo e já não posso nem vê-los.

em média, agora sai mais barato viajar de carro em cerca de 20%

Vejamos as coisas sob uma perspectiva risonha: se os aumentos dos transportes públicos chegaram aos 25%, isso quer dizer que, a partir de ontem, viajar de carro pode ser até 25% mais barato. E ecologicamente positivo, já se vê. Como o governo quer, pode e manda.



Inspirado em: http://aventar.eu/

genocídio na líbia


Terroristas mercenários apoiados pela NATO procedem à limpeza étnica da minoria negra líbia. E o mundo, mais uma vez, fica indiferente.

http://presscore.ca/2011/?p=3379

pois é, essa gentalha da esquerda são uns barbudos e uns badalhocos que não tomam banho nem dão entrevistas parvas


Rodrigo Moita de Deus em entrevista ao jornal i:

Disse que um dos ingredientes necessários para ser político era ser sexy. Os nossos políticos são?
Estão cada vez mais sexy. 

E queria transformar algum?
Vários, mas regra geral são todos bastante satisfatórios. Uma grande diferença entre os políticos de esquerda e os políticos de direita diz respeito ao guarda-roupa e a essa capacidade de transmitir a sexualidade. A direita costuma ser melhor nessas coisas.

gaza, um pedaço do mundo que também é seu

portugal visto de espanha

trás um amigo também!

ensaio sobre a lucidez

o governo está a actuar de forma excelente

Claro que não tenho dúvidas de que este governo é o mais à direita, o mais ferozmente anti-trabalhadores desde o 25 de Abril a esta parte. Mas Ricardo Salgado confirma-o em declarações ao Expresso. Se os banqueiros gostam deste governo, como poderia eu gostar? Os nossos interesses, o que nos guia na vida, é tão inconciliável como água e azeite, deus e o diabo, pobreza e riqueza. Claro que ele se está borrifando para mim. Infelizmente, eu não lhe posso pagar da mesma moeda. Não o posso ignorar. Nem ele nem gente como ele. Não é ódio, nem inveja, o que me move. É um sentimento de justiça que caminha comigo vida fora.

O artigo do Expresso:

alguém quer ser motorista do chico zé?


A Secretaria de Estado da Cultura paga a cada um dos seus quatro motoristas um salário de 1866 euros, o que os coloca no grupo dos mais bem pagos do Governo. Um deles, com apenas 21 anos, aufere quatro vezes mais que qualquer motorista de Passos Coelho.

Segundo o "Jornal de Notícias", os quatro motoristas da Secretaria de Estado da Cultura são os funcionários que mais auferem no Governo de Passos Coelho, ultrapassando quase todo o secretariado e colaboradores dos restantes ministérios, de acordo com os dados sobre as nomeações governamentais, disponíveis na página do Executivo na Internet.

Liderada por Francisco José Viegas e tutelada pelo primeiro-ministro, aquela Secretaria de Estado atribui a cada um dos motoristas um vencimento base de 1866,73 euros. Armando Cardoso, 48 anos, Sérgio Campos, 35, Nuno Gonçalves, 34, e André Viola, com 21 conseguem auferir quatro vezes mais do que os 583,58 euros atribuídos a Jorge Morais, 46 anos, motorista de Passos Coelho.

Fonte oficial da Cultura classificou o cenário como "normal", de acordo com "uma uniformidade de critérios", que pode não ter sido seguida pelas restantes pastas quando forneceram os dados.

as melhoras, hugo chavez!


O mundo precisa de si. Até pode exagerar, ser demasiado populista, trauliteiro se se quiser, mas o mundo precisa de si. Num tempo em que os dirigentes europeus são meros paus-mandados do capital selvagem, em que no meu país, Portugal, desaba o Estado Social e a população empobrece a olhos vistos para que quem tem muito dinheiro fique com mais dinheiro ainda, a sua voz faz-nos falta. As melhoras!

israel, os protestos que as televisões ignoram

madrid continua!

Chega a notícia de que a polícia desalojou esta manhã, mais uma vez, os Indignados acampados na Puerta del Sol. Eles voltarão.

e se eles fossem assim? (2)

Brad Pitt
Barack Obama
David Beckham

Jack Black