psssst, não quer ir ao pote também?


Os funcionários do fisco vão receber bónus. Assim se percebe a sanha com que se atiram a devedores de escassos euros. E o mesmo deve acontecer com os da Segurança Social e com os polícias de trânsito: alvíssaras por um trabalho bem feito, o de esmifrar o contribuinte, utente, condutor e cidadão deste país, não mais do que um número em quadro de excel válido só enquanto rende.

E o que acontece ao tal princípio da igualdade? Os funcionários públicos não deveriam ser todos tratados da mesma maneira? Por esta lógica, e em nome da justiça retributiva, um professor não deveria passar a ganhar prémios de acordo com o aproveitamento escolar dos seus alunos? E um médico em concomitância com as vidas que cura ou salva? 

Drª Maria Luís, abra os cordões à bolsa. Repare bem na mina que tem diante de si. Quando maiores forem os incentivos que conceder aos prestadores de serviço público maiores serão as probabilidades de nos serem sacados cada vez mais emolumentos, juros de mora, autuações, taxas e taxinhas. De nos serem sonegados cada vez mais direitos. Serão milhares de trabalhadores dos seus a ludibriar e a extorquir para o bem comum: o de um Estado novo, refrescado, são de finanças, orgulhosamente recuperado das maleitas do socialismo engavetado que Soares engendrou e Sócrates aprofundou. Não importa que os portugueses fiquem piores desde que o Estado fique melhor, já um Montenegro o disse num dos dias negros destes anos de breu.

Sim, confirma-se: entre o que pedem emprestado e o que confiscam, estão de cofres cheios. Não é milagre económico, é esperteza saloia, imoralidade, ganância, falta de escrúpulos e de maneiras. É violação à canzana.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora