o arrojo de um troglodita

São conhecidas as posições de Pedro Arroja. Não as sexuais, dessas deve só conhecer a de missionário que, desconfio, pratica com a parcimónia de um presbítero a quem a mãe não soube fabricar um pénis, mas as políticas e as sociais. Arroja é arrojado nas suas teorias e, a prová-lo, vem agora afirmar que mulheres nas direcções partidárias são um sinal de degenerescência. Culpa tem quem dá tempo de antena a esta excrescência.




Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora