o apogeu da barbárie

É em Yulin, na China. Muitos milhares de cães, tantos deles roubados aos donos, são desancados até à morte, pendurados por ganchos e vendidos para serem comidos no Festival que a cidade promove anualmente.

As imagens chocam mas, se fossem brandas, não teriam o efeito desejado: a nossa indignação, a nossa reacção, embora saibamos que as autoridades chinesas, com quem mantemos negócios e alimentamos riquezas espúrias, são cegos, surdos e mudos a qualquer protesto.

Se quiser assinar contra esta barbárie, pode fazê-lo aqui:
https://secure.avaaz.org/en/stop_the_puppy_slaughter_loc/?cYmKJbb




















Comentários

Anónimo disse…
Então os leitões da Bairrada ?
Então o cabrito no forno ?
Balha-me Nossa Senhora...
arber disse…
Aqui está um mercado interessante para os nossos produtores de espumante da Bairrada, de preferência tinto, que por cá, pelo menos na Mealhada, é o melhor para acompanhar o "leitão à Bairrada" e certamente também o "de Negrais".

NB: A preparação dos leitões é que talvez seja um pouco menos bárbara!
Anónimo disse…
Desculpe-me a frontalidade, mas...em que é que isto difere da prática corrente dos abates de bovinos, equinos, ovinos, caprinos....??? É por se passar à vista de todos ? Quer dizer que se fossem mais discretos....

MRocha
Manuel Cruz disse…
Por esta ordem de ideias, proponha-se a morte das nossas carnes favoritas à traulitada. Sempre é mais divertido.
Anónimo disse…
Caro Manuel Cruz,

Proponho-lhe sinceramente a visita a um matadouro nacional europeu qualquer, à sua escolha. Se depois disso ainda me conseguir demonstrar que a "higiene" é o que distingue a civilização da barbárie...Caso contrário, desculpará que lhe diga mas isto que aqui faz é tipico de uma certa hipocrisia lusa, que se preocupa imenso com o que se passa lá fora quando cá dentro tem igual ou pior.

MRocha
Anónimo disse…
NB: A preparação dos leitões é que talvez seja um pouco menos bárbara!

... e mais cristã!
Balha-me Nossa Senhora.
Victor Nogueira disse…
Bem ... ou mal. E como são os aviários e pocilgas ? Ainda se lembram das reportagens quando foi das chamadas "gripe dos galináceos", da "peste suína" ou da "doença das vacas loucas", com animais criados ou mortos a granel ? E pk é mais horripilante a exposição nos talhos de gatos e menos de lebres ou coelhos ? E já pensaram no sofrimento doas cardumes de peixes mortos por asfixia, fora de água ? E as plantas, há quem diga que tb têm sensibilidade ?

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora