foi um ar que lhes deu



Este senhor tem uma mão cheia de nada, outra de coisa nenhuma.

Eu explico.

Há muito que a terra dos pastorinhos que, segundo parece, viram uma virgem (coisa que, estou em crer, seria fácil de lobrigar naqueles tempos de castos costumes), há muito que é conhecida pelo seu comércio de hereges. Até no terreiro do santuário, vi com estes dois que o fogo há-de queimar, se pede aos fiéis que preitem os seus defuntos ou paguem as suas promessas sob a forma de esmolas e não da queimada de velas que, pelos vistos, não dão tanto lucro e muito menos mecha para o sebo.

Soube hoje que os vendilhões do templo, espertalhões, com olho para o negócio, descobriram uma nova forma de extorquir dinheiro aos incautos créus. Agora, vende-se ar enlatado. De Fátima, dizem eles. Abençoado, asseveram.

Sempre pensei que fosse Passos o primeiro a cobrar-nos o ar que respiramos. Enganei-me. Entrem na terra universal do reino do deus dinheiro e comprem ... nada. Em troca de 3 euros, uns míseros 600 escudos na moeda antiga.

Valha-nos Nossa Senhora porque qualquer dia, tal é a lata, enlatam o cocó dos presbíteros para vender a obstipados e outros peregrinos por terras de blasfémia e de pecado sem perdão ou remissão.

Que falta nos faz Jesus e o seu chicote!


Comentários

Cícero Catilinária disse…
E a gaita é que os "tótós" costumeiros vão-se fartar de gastar pilim para trazerem para casa uma(s) latinha(s) cheias de nada. Mas abençoadas, pois.
Anónimo disse…
não há vergonha,sou católico não praticante ,mas isto não e de chamar a ASAE
la do sitio! E preciso ter lata !

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho