o coelho está frito?

Acaba de saber-se que, entre 2002 e 2007, Pedro Passos Coelho foi alvo de, pelo menos, cinco processos de contra-ordenação e de execução fiscal.

Pronto, está bem, não estamos perante um "cidadão perfeito", ele próprio o admitiu, mas, que raio!, tanto berbicacho em redor de um primeiro-ministro não é motivo mais do que suficiente para erradicar o Coelho do menu?

Dizem algumas alminhas, sempre prontas a tragar repasto de tal forma nefasto, que estamos perante uma campanha contra o excelentíssimo pitéu por ser ano de banquete, ou antes, de eleições para o melhor maitre de hotel, a melhor bonne à tout faire, o melhor chef, o melhor concièrge, o melhor chauffeur e a melhor femme de ménage da senhora Merkel, já para não falar do mais canguinhas dos comissaire aux comptes. Por isso lhes cai mal tanto condimento salgado, tanta nata azeda, tanto molho avinagrado vertido sobre a iguaria com que alguns se alambazam com tamanha ferocidade que, pobres diabos, não conseguem reprimir os flatos e os arrotos de volúpia consolada.

Eu, cá por mim, fico-me pela dieta. Coelho bem regado, só se for com alguma substância que me escuso a mencionar aqui por poder constituir, esse seria pelo menos o veredicto da D. Paula, claro incentivo à prática de actos de terror, crime a ser severamente punido pelos barras do tribunal.

Fiquemo-nos pelo Coelho mal passado.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora