a passos e ao cambalacho, põe cavaco a mão por baixo


Cavaco é desta opinião e da contrária se preciso for. Ora é contra o governo ora o protege desde Belém, com frémitos de mãe babosa. Ora diz umas coisas acertadas (poucas) ora titubeia dislates (muitos). E é assim que este povo, e não será desta que aprenderá a lição, entrega de mão beijada o poder a pequeninos seres entretidos com os seus afazeres, os seus prazeres, os seus interesses sempre mesquinhos, os interesses da classe que os pariu. Assim seja. Que pague o justo pelo pecador. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho