no lombo do lomba


Pedro Lomba, colunista, advogado, secretário de Estado e um dia senador da Nação, diz que Portugal deve seleccionar melhor os seus imigrantes, apostando na atracção de estrangeiros empreendedores. Por portas-travessas, para que a máscara não lhe caia de vez, Lomba tem uma atitude semelhante à dos elementos de extrema-direita que se têm manifestado por essa Europa fora contra a imigração. 

Mandemos Lomba alombar para a estiva, trabalhar nas obras, fazer as tarefas duras e mal pagas que os imigrantes pobres aceitam por uma questão de sobrevivência. Ou coloquemos, no lombo de Lomba, 5.000 exemplares do Mein Kampf. 

Tanto me faz, desde que Lomba alombe.

Comentários

Anónimo disse…
Mas há duvidas, que o fascismo está aí ??

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho