passos insultado


Passos ficou furioso. Passos enxofrou-se. Catarina Martins acusou-o de fazer favores aos amigos, de vender o país a pataco e a estrangeiros, os novos donos disto tudo e de mais além. Passos refutou, fez-se virgem ofendida porque isto não se faz a Passos. Passos é excelso, Passos é ímpar, Passos é impoluto. Passos é que é o dono de Portugal e dos portugueses, que trás pela rédea curta e de venda, à venda. Passos é grande, Passos é o maior. Passos não pode ser vilipendiado, Passos tem que ser entendido, respeitado, amado. Passos é Passos, Passos salvou a sua Pátria. Passos ressuscitou Portugal. Passos gastou as résteas de juventude e os filamentos capilares para reerguer o País das cinzas. Não insultemos Passos. Idolatremos Passos. Agradeçamos a Passos. Reelejamos Passos. Levemos Passos em procissão pelas ruas de todas as cidades, aldeias e vilas, com os miseráveis que perderam empregos e bens, os doentes que perderam os cuidados de saúde, os pais que perderam os filhos para outras paragens, as gentes quer perderam a alegria de viver a seguir os passos de Passos, mendigando-lhe uma côdea de pão por caridade, um interregno nos roubos por piedade.

Passos é deus. Passos: adeus.

Comentários

Anónimo disse…
Portanto, contas em dia, viver com o que temos e não roubar o País, são conceitos com os quais discorda em absoluto. Vote Sócrates, vá buscá-lo à prisão e leve-o em ombros ao poder e e novo a banca rota... bando de atrasados!!!
Manuel Cruz disse…
Que responder a isto?

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho