12/02/16

gente de labor e luta

Os bem instalados da vida não sabem nem sonham o que custa trabalhar de sol a sol por uma bucha, pela sobrevivência. Para eles, as fotos que se seguem serão meramente castiças, pedaços de um Portugal em estado novo. Para mim, são as imagens, tantas vezes tão tristes, de um país onde a pobreza é vista por muitos como uma fatalidade. Uma inevitabilidade que tanto jeito dá aos bem nutridos, aos vendilhões de suor e sonhos.
































































Fotografias de, entre outros, Joshua Benoliel, Artur Pastor, Eduardo Gageiro, Gerardo Castello-Lopes, Henri Cartier-Bresson, Guy Le Querrec e Jean Gaumy.

Sem comentários: