zita se abre

Seabra abriu-se e vomitou fel. Desculpem-na, Seabra é assim, ressabiada, azeda, defendendo hoje o que ontem condenou, porque lhe caiu em cima um aparelho de ar condicionado quando andava, controleira e espantadiça, a vigiar a instalação de microfones clandestinos. Ficou tão tontinha, tão tortinha, que teve que recorrer ao endireita da Esperança. Endireitou-se. Agora convive com as altas esferas da direita e veio lembrar o arrepiante caso da espionagem sob refrigeração. Muito frio no toutiço terá apanhado a patética criatura nas suas andanças em prol do povoléu, que nojo, mata, mata, mata! A pneumonia, essa, é que é como eu. Não quer nada com Seabra. Foge da Zita como o diabo da cruz. Cruz, credo!

Comentários

trepadeira disse…
Manuel,está demais,esta vou roubar.

Abraço,
mário
Jo\ao das Regras disse…
Esoectacular nota,,,

Mensagens populares deste blogue

sexo oral de olhos postos no céu