já só falta arrancar olhos


Nas últimas duas semanas, fartei-me de ver fitas, daquelas onde só falta arrancar olhos. As fitas de Gaspar, de Portas, de Passos e, finalmente, a melhor de todas, uma obra-prima, daquelas tão geniais, mas tão geniais, que a gente sai do cinema deprimida, convencida de que é tão estúpida, mas tão estúpida, que não conseguiu entender a mensagem do laureado realizador, sufragado por duas vezes para o troféu máximo da Nação. Refiro-me à fita de Cavaco Silva, tão impenetrável como o seu esfíngico semblante.

Mas o cinema à borla vai continuar, vai ser um fartote, desta vez já com a participação de António José Seguro. A diarreia (criativa) tem sido de tal grandeza que vai ser desta que ganhamos um Óscar, ou um César, ou um Urso, ou um Leão ou, quanto mais não seja, um Globo de Ouro daqueles que a SIC e a Caras entregam aos melhores cá do rincão.

Eis um dos trailers, quando Paulo ataca Pedro e Pedro ataca Paulo numa luta sem igual na história do cinema português:

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho