e tudo o tempo levou




Foi há 50 anos. Quando tudo parecia ir mudar, para melhor. O estertor do racismo, a mitigação da pobreza, a eliminação da fome, a erradicação de doenças causadas pela miséria e pela falta de assistência médica. Cinquenta anos depois, estamos à beira de novos, maiores cataclismos. Mais exploração, mais guerras, mais injustiça social, mais seres humanos, todos os dias milhões em todo o mundo, caem mortos, assassinados por falta de comida, por excesso de bombas e de balas. O poder do dinheiro, das bestas da alta finança, nunca foi tão imenso. Os seus lacaios - políticos, testas-de-ferro, lambe-botas, empregadotes -, nunca foram tão insanos, tão sedentos de sangue e de riqueza.

A América elegeu um presidente negro mas a América continua a mesma. A mesma miséria moral das elites, a mesma ganância, o mesmo desprezo pela vida humana.

Precisamos de mais Luther Kings. Milhares.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho