iogurte estragado


Nos últimos dois anos e tal já vi de tudo em matéria de ofertas de emprego: estágios não remunerados, trabalho precário, salários de 500 ou 600 euros em troca de elevadas qualificações, horários dignos do tempo da escravatura e exigência de carta de condução e viatura própria.

Vi de tudo, mas nunca isto, e acho que se atingiu o grau máximo da abjecção: um estágio pago em almoços na cantina e iogurtes para levar para casa.

Sem calorias, já se sabe, o trabalhador não rende. É preciso alimentá-lo.

Imagem retirada daqui: http://5dias.wordpress.com/


Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!