o costa da concórdia

António Costa apresentou ontem a sua candidatura. Cordato, com aparente candura, apelou à concórdia entre todos nós, acenou à esquerda e à direita, como se o azeite se pudesse misturar com água.

Para bem de Portugal e dos portugueses, esperemos que não lhe aconteça o mesmo que ao outro Costa. Concórdia.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

a assunção da canalhice

oxalá me engane!