uma vez laranja, sempre laranja

O presidente falou esta noite. Falou e disse. Disse como tudo está melhor, a economia, o emprego, as contas públicas e por aí fora, num desaforo propagandístico que só visto, contado ninguém acredita. Mais uma vez, amparou Passos e a sua gente. As eleições vêm aí, é preciso garantir aos laranjas o que aos laranjas pertence por direito divino e boa governança.

Não sei se repararam num pormenor: uns segundos depois do presidente apregoar as suas loas, já um membro laranja aparecia na televisão numa alocução escrita em resposta à banha-da-cobra cavacal. O que comprova que os laranjas tiveram conhecimento antecipado do teor da belenzada. Gomos da mesma árvore azedada, é o que vos digo. É preciso ter estômago para os ver e ouvir.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho