28/04/15

... e o "não quero nada" também paga IVA a 23%?

Aqui está um exemplo de verdadeiro empreendedorismo, de sapiência de gestão, de sentido de oportunidade. Se a Segurança Social, se o Fisco, se o governo inventam dívidas, impostos e outras maneiras de espoliar pilim, porque não o anónimo cidadão também? Sugiro que se passem a cobrar as idas à casa de banho, porque custam electricidade, água e papel higiénico, num atentado ao ambiente e, como tal, com direito à cobrança de um imposto suplementar. Verde.

Sem comentários: