com a carga pronta e metida nos contentores, adeus ó meus horrores!

Se uns mentem, outros mal desmentem. Se uns fazem propaganda nas televisões, em prime time e à borla, outros sentam-se à sombra da árvore-símbolo desta república de bananas à espera que a crise passe e Passos se passe de vez para a oposição, para a emigração de luxo, para o lixo da História.

Precisamos de ter mais força, de protestar com mais veemência, de mostrar mais a nossa indignação, a nossa raiva. Somos brandos nos costumes, já se sabe de ginjeira. Mas, caramba!, até num momento destes, em que um bando destruiu Portugal e entregou o nosso ouro aos bandidos, vamos continuar ensimesmados, conformados com a nossa triste e secular sorte?

Ou vamos juntar-nos, todos, sejam os opositores de direita, honra lhes seja feita, mais os socialistas e comunistas e bloquistas e apartidários, para varrer esta gente e enfiá-la em contentores de detritos tóxicos fechados a sete chaves e guardados no recanto dos nossos piores pesadelos ou enterrados bem fundo para que a perigosa carga não mais fecunde sofrimento, ganância e roubo?

Vamos lá. Faltam dois meses para as eleições. Vamos agudizar o confronto, elevar a voz, subir o tom da disputa e da indignação.

Se outros calam, berremos nós!

Comentários

Lufra disse…
Há que saber e castigar o "bando que destruiu Portugal e entregou o nosso ouro aos bandidos", e também que são os bandidos!

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora