aquela santa


Sem sombra de pecado. Sem contras, só prós. Deformando cidadãos, desinformando, manipulando. A imprensa. Aquela santa. Onde os jornalistas são jornaleiros, pagos à jorna. Onde as notícias são "tratadas", como se de doentes se tratassem. Os patrões são de Angola, da China, mais o Belmiro cá do Continente e o Francisco do Bilderberg universal. Quem se quer bem, sempre se encontra. Nas páginas dos jornais, no prime time televisivo. São sempre os mesmos. Jornaleiros. Pagos à jorna. Comentam Trump com bonomia, porque Hitler só houve um e o Donald não é nenhum. Acham Merkel uma pia criatura, canonizada já, já no altar entre Cristo e a Virgem Maria. O capitalismo selvagem é, para eles, o paraíso terreno. A Goldman Sachs, uma parideira de heróis. A União Europeia, uma beata caritativa. Os bancos, múltiplos vaticanozinhos para depósito da dízima. A imprensa. Aquela santa.  

Imagem encontrada em http://entreasbrumasdamemoria.blogspot.pt/

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!