o grande rodeo americano

Sherif Arafa/Cartoon Movement

O toiro embravecido entrou em acção. Abriram-se as grades por onde saiu dos seus curros de oiro e rococós, de lixo e luxo, prometendo, com os cornos, as patas, o focinho façanhudo, aos urros e aos bramidos, levar tudo à frente, a China e o Irão, o México e a Europa em desunião, os terroristas e os opositores, os que não lhe arrebanham a baba nem lhe aparam os coices de animal raivoso. Contra a imprensa e as empresas que não lhe veneram o fecundo génio, contra as liberdades de cada um, contra a gatunagem que tem explorado a benemérita América anos sem fim, contra e a favor das secretas, dos republicanos e democratas, de milionários e autocratas, contra e a favor seja do que for desde que lhe renda adeptos, aplausos, vassalagem. Entrou na arena para a grande faena, a festa brava, o bacanal dos bravos, as pegas de caras e de cernelha, as cornadas em brancos, pretos, índios, latinos, filhos de deuses menorizados, porque ele é o Messias, o Salvador da federação, o defensor de guerras e vendilhão de armas, o distribuidor de dinheiro a rodos pelos filhos da nação e só pelos filhos da nação desde que marcados à nascença com o ferrete do dólar, símbolo máximo e sagrado da maior de todas as pátrias, a mais rica, a mais poderosa, a mais talentosa, a mais esperta como esperto, talentoso, poderoso e rico é o ser que agora lhe dirige os destinos com a sobranceria dos predestinados, a inconsciência dos atoleimados. A América vai ser grande outra vez, maior ainda, enormíssima, pejada de muros, muralhas, aljubes, masmorras, cárceres que mandará erigir para seu proveito e eterna glória porque os interesses da Trump Organization se confundem com os do país e ele com Washington, ele é George ressuscitado e tem a cidade a seus pés, o mundo debaixo das patas.

Mas o povo americano não é, nunca foi todo ele ou estúpido ou ignorante ou ferozmente retrógrado. Do outro lado da barricada, eles lá estarão aos milhões. Marcharão, contestarão, resistirão a cada estocada até que a besta seja domada, levada de volta aos curros da Quinta Avenida.

Ou melhor ainda. Que eu sou contra os toiros de morte mas, para este, abro uma excepção.







































Comentários

Anónimo disse…
COM O DEVIDO RESPEITO, ISTO AGORA SÃO SOPAS DEPOIS DE ALMOÇO!!! CLARO ESTÁ QUE AS PESSOAS PODEM MANIFESTAR-SE, CONTUDO ESSAS MESMAS PESSOAS SAIRAM Á RUA ANTES DAS ELEIÇÕES NOS EUA??!?! ALGUMAS CERTAMENTE NEM FORAM VOTAR!!! AS PESSOAS ELEGERAM O HOMEM (QUE EU NÃO VOTARIA), ORA AGORA ESPEREM UNS ANOS PARA O TIRAREM DE LÁ ATRAVÉS DO SISTEMA QUE LÁ O PÔS, OU SEJA, ATRAVÉS DA DEMOCRACIA DIRETA - O VOTO. AGORA, PARA QUE SERVE ESSAS LAMÚRIAS?!?! PARA NADA!!!

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!