é tempo de burricada

Menos Estado, Melhor Estado! Lembram-se deste slogan, zurrado pelo rei da burricada quando ainda não tinha sido eleito chefe supremo do seu partido, quando ainda andava em campanha eleitoral entre as suas hostes para ser nomeado o maioral da cocheira? Pois é, essa promessa eleitoral, ao menos essa, cumpriu-a. Mais de 450.000 desempregados estão sem receber qualquer protecção social há 9 meses. Podem estar na miséria, andar nos caixotes de lixo em busca de comida, viver da caridadezinha de que o Mota Soares tanto gosta, pouco importa. Quanto aos mais idosos, esses, só lhes falta a injecção da praxe atrás da orelha para irem desta para melhor e deixarem de fazer despesa e dar chatice: com as suas pensões de miséria é meio-caminho andado para uma morte mais rápida e mais barata. Menos Estado, melhor Estado. Estado de fome, de precariedade, de pobreza. Menos Saúde, menos Educação, menos Solidariedade Social, melhor protecção da banca, dos ricos entre os ricos, eis a borrada que os burricos têm para apresentar em pouco mais de um ano. É obra! 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!