08/02/15

dona paulinha está com miúfa

D. Paulinha está com um cagaço do caraças do que o futuro nos reserva, a todos nós portugueses, porque o presente tem sido um presente de Paulinha e do seu chefe querido, um caturra que só visto, mais do Paulinho colateral. É que se o PS, esses quasi-comunistas como toda a gente sabe, ganharem as próximas eleições, estamos feitos, estamos fritos, a independência dos tribunais e de Carlos Alexandre serão um ver se te avias, vejam lá que eles até são capazes de soltar o Sócrates, um despautério, uma aberração que não podemos tolerar, é preciso que o chefe comece já a prometer, a jurar a pés juntos que todos os salários serão repostos, as reformas aumentadas, os impostos rebaixados e por aí fora que prometer não custa dinheiro e o que faz falta é ludibriar a malta.

Entrementes, de tão preocupada que está com a independência da Justiça, a D. Paulinha mete a Ordem dos Advogados na ordem: de acordo com os novos estatutos, produzidos a partir do Terreiro do Paço e não do Largo de São Domingos, a Ordem vai ficar sob a alçada do Ministério da Justiça.

É isso: à D. Paulinha o que é da D. Paulinha. Um brinquedo novo já lhe dá para aliviar os afrontamentos causados pelo medo que nutre por António Costa, esse quasi-Estaline, quasi-Castro, quasi-Chavez.

É preciso deixá-lo de Tsipras de fora. E Sócrates dento.

Sem comentários: