o ai-jesus da tia e o outro, o estróina


Um é o ai-jesus da tia Ângela. Bom aluno, muito aplicado, atinado, queixinhas e manteigueiro, quem o quer ver é sentado ao lado da tia, sorrindo para a tia, amando a tia com um olhinho melado e acrobacias de cerviz. O outro é malandro e madraço, dado à desfaçatez de não pensar só nele, na sua ascensão social, no seu sucesso empresarial numa Tecnoforma de vão de escada. O primeiro vai ser qualquer coisa na vida. O segundo faz da vida uma qualquer coisa, um lugar mal amanhado onde o povo se atreve a ser gente, a ter voz, vontade, sonhos.

Um é uma laranja amarga a apodrecer na cesta. O outro, um Syriza no topo do bolo.

Comentários

Anónimo disse…


o Cuêlho gosta de mulheres maduras, e como a dele anda mal de saúde, vai semeando, para arrumar um tachinho junto da titia...

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!