o mamarracho do cónego em terra de arcebispos


Lembram-se do cónego Melo? Pertenceu ao MDLP e, segundo se diz à boca cheia, foi o instigador de atentados à bomba e da destruição de sedes de partidos de esquerda durante o Verão de 1975. O peidorreiro pifou, bateu as botas, lerpou, foi desta para melhor, para junto do diabo seu amigo, mas lá por Braga, terra de arcebispos, beatas e santinhos de pau carunchoso, deixou saudades. Tanto assim é que já está colocada, junto à urbanização Pachancho, a estátua que evoca o doce Melo. Falta-lhe, faço notar, um facho na mão direita ou não tivesse sido ele paladino da liberdade.

Acrescente-se, como matéria de reflexão para as gentes que se dizem de esquerda mas votam PS, que os vereadores deste escangalhado partido foram os únicos a votar favoravelmente a instalação do escarro de pechisbeque numa rotunda de Braga. O PSD e o CDS abstiveram-se.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!