publicidade enganosa


Nunca deve ter visto este senhor mais gordo. E magro ainda menos. Vou apresentar-lho. Chama-se Octávio de Oliveira, nasceu em 1960 e é secretário de Estado do Emprego. Foi ele, em mais um acto de propaganda eleitoral, que afirmou alto e bom som, para quem o quis e não quis ouvir, que "hoje, temos uma situação de mais emprego, melhor emprego e menos desemprego" do que em 2011,

Sob a óptica dos patrões, deve ser verdade. Os salários estão substancialmente mais baixos, pode-se recorrer a estagiários pagos pelo Estado, os despedimentos nunca foram tão fáceis, nem no tempo do velho senhor onde estes seres foram colher inspiração.

Não há uma lei contra a publicidade enganosa?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho