a corda está bamba, a queda está iminente


David teima em enfrentar Golias. Sem temor mas com pouca esperança de vitória. Golias é, além de mais forte, traiçoeiro e impiedoso, por ele David pode morrer que, rebelde e voluntarioso, só está a dar chatices. É assim que vamos indo nesta Europa que já foi da social-democracia, lembram-se do que isso era?, do humanismo, da solidariedade, do Estado Social. Transformada numa reles imitação dos Estados Unidos, réplica barata da "maior nação do mundo", o último dos impérios. Faço votos para que David vingue, se vingue das humilhações, dos sacrifícios inúteis, dos idiotas úteis, Pasok, Nova Democracia, FMI, Merkel, Hollande e o Durão, durão só para alguns, dócil como um poodle para os outros, os que mandam nele e, através dele e de tantos como ele, em nós, humildes peões de brega que, no caso português, não temos cavaleiro nem cavalheiro disposto a avançar para os cornos do toiro. Não temos David e tão pouco Podemos. Que o pequeno grande herói peça ajuda para derrubar a besta. Em tempo de guerra não se limpam armas nem se rechaçam aliados.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho