antes assaltarem-nos a nós do que a polícia, coitada


O Estado vai gastar 3.300 milhões de euros em segurança privada ... para as polícias. É isso, leu bem, não está a delirar, não bebeu demais durante a borga da noite passada nem está ainda nos braços de Morfeu, salvo seja que você não é desses: entre 2016 e 2017 o Estado vai pagar 3.300.000 euros - três milhões e trezentos mil euros - a empresas privadas para zelar pela segurança dos edifícios dos Estrangeiros e Fronteiras, da Autoridade Nacional de Protecção Civil, dos Serviços Sociais da PSP, da Inspecção-Geral da Administração Interna e ainda da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.

Por outras palavras, contidas como devem ser todas as palavras de hoje em dia não vá alguma polícia privada andar-nos a vigiar passos e escritos, está criada mais uma PPP: Privados Protegem Polícias. Vai custar-nos mais de 3 milhões (num só ano?, em dois?) mas olhem que vale a pena, não queremos ser a risota do mundo se se souber que alguma dependência policial foi assaltada e os seus ocupantes molestados. Assaltem-nos antes a nós, que é para isso que servem os impostos.

Homessa, façam favor!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!