mostre as facturas, que isto é um assalto!



Então é assim: continuando a agradecer-nos pelos seus caríssimos estudos, o ministro Gaspar decidiu (e quando decide, já se sabe, está decidido) mudar o sistema informático do comércio de forma a que menos e menos gente possa escapar ao fisco, esse monstro sagrado da economia nacional. Mas a coisa foi feita em cima do joelho, à pressa, que o ministro também tem as suas falhas, poucas, mas tem. Vai daí, muitos comerciantes não tiveram tempo para se preparar, tanto mais que o respectivo software está a ser difícil de obter. Que faz o ministro Gaspar, em agradecimento pelos seus caríssimos estudos? Adia a implementação do sistema? Não, que o ministro Gaspar não é desses, é melhor do que o outro, nunca se engana e muito menos tem dúvidas. O que o ministro Gaspar faz, recompensando-nos mais uma vez pelos seus caríssimos estudos, é atiçar os cães contra os comerciantes, tantos deles já com a corda na garganta (os comerciantes, não os cães).

Eu explico. Começa hoje, dia 15 de Janeiro do ano da desgraça de 2013, uma grande inspecção, por parte da Autoridade Tributária, aos estabelecimentos comerciais do País. São 100 inspectores que, quais abutres em busca de carniça podrida, andarão pelo país a espiolhar a facturação de, entre outros, restaurantes, hotéis, oficinas de automóveis, cabeleireiros e institutos de beleza. Uma beleza. Vai ser limpinho. As maquias que o Estado vai empochar, por via desta gigantesca caça à multa, não serão menosprezáveis, é mais um passo para que o défice se cumpra e as falências progridam. Tudo isto porque o ministro Gaspar nos quer agradecer pela sua caríssima educação que, como se sabe, nos tem valido de muito.

Por isso, nós é que lhe agradecemos. Obrigado. Muito obrigado.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!