afinal havia outro!


Miguel Relvas embandeirou em arco (ver post mais abaixo) ao achar que o lugar de Papa estava no papo. Saiu-lhe o tiro pela culatra e a hóstia pelas narinas. É que o chefe Silva também se quer candidatar. Mais um português a almejar, ou almijar que para o caso tanto faz, o trono do Vaticano. E tem tudo a seu favor: a veneranda idade, a fervorosa religiosidade, o tom soturno, a voz titubeante, o hábito de falar sem dizer nada, de dar conselhos pios que ele próprio não segue e o costume de viver regiamente à conta do erário público. Dizem as más línguas que só numa questão o seu plano é comum ao de Relvas: o de se rodear de Dias Loureiro, Duarte Lima, Oliveira e Costa e outras eminências pardas do PSD, que gerirão as finanças da Igreja e assegurarão a transparência e os proventos da capital do cristianismo. Espero que D. José Policarpo vote nele. Deve-lhe ter grande admiração. Deve-lhe o voto também.

Imagem e ideia roubadas ao:
http://wehavekaosinthegarden.blogspot.pt/

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho