soltaram os lobos!


Quem ainda não percebeu que vive numa ditadura ou anda a dormir ou é cúmplice da marosca. Roubam salários, sobem impostos, fazem trinta por uma linha porque decidiram que os portugueses têm que empobrecer, e fazem-no com a indiferença, a arrogância, a crueldade dos ditadores de opereta, os que sabem que mais tarde ou mais cedo serão depostos mas que, até lá, tudo farão para deixar obra irreversível, irreparável, que se sinta na carne, nos bolsos, na esperança.

Soubemos, hoje, que o fisco anda por aí a multar os que não pedem factura. Ou seja, em vez de canalizarem os seus esforços para perseguir os muito ricos que não pagam impostos, que fogem com o seu dinheiro para paraísos fiscais, atiçam-se, ferram o dente no pequeno comerciante, no pequeno biscateiro e, mais, no consumidor que querem transformar num pequeno bufo, num agente da autoridade. Querem um pidezinho em cada esquina, com os bolsos a regurgitar de talões que comprovem o cumprimento do seu dever de fiscal, de defensor do erário público.

Isto explica tanto a mentalidade de um Passos e, sobretudo, a de um Gaspar. Um pequeno ditador que apenas vê números à frente, e vê-os mal ainda por cima. Um pequeno títere para quem as pessoas são coisa que não existe, a solidariedade é sentimento que não conhece.

Soltaram os lobos. Resta-nos dar-lhes caça. Ainda não é tarde. E a caça começa nas ruas, sem armas mas com a nossa voz, a nossa indignação, a nossa oposição frontal aos devoradores de vidas.

Imagem: http://wehavekaosinthegarden.blogspot.pt

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho