desanquem-se!


Vendilhões de Portugal a retalho, os mordomos da troika têm alienado o património público como quem se livra de um furúnculo ou de almorróidas no recôndito lugar que a gente sabe, parte da EDP para os chineses, que são afinal quem manda lá, o BPN para os angolanos, o pedaço de leão dos CTT para os americanos da Goldman Sachs, os estaleiros de Viana para portugueses falidos e a TAP, se os deuses deles quiserem, e hão-de querer, para uma mistura fina de sangue polaco, brasileiro e colombiano, tudo para que a globalização do país, a sua passagem a multinacional, de Estado Social a Estado Empresa com sede no estrangeiro, a sua carne esquartejada, se parta e reparta entre os agiotas do mundo, que a todos contemple sem excepção alguma. Se não há moral, ao menos que comam por igual.

E tudo isto sem nos ser explicada a razão para as vendas, concessões, privatizações, doações ou lá o que é, estarem a ser efectuadas por tuta-e-meia para lucro de uns quantos e prejuízo dos portugueses que ficarão, por longos anos, a pagar a factura. Nada a que não estejamos habituados, valha a verdade. Para muitos a fava, para uns poucos o bolo-rei.

Mas não há quem os desanque? Quem revogue os irrevogáveis, os leiloeiros da Pátria, os negociantes de Portugal a pataco? E as oposições, porque não desataram ainda à estalada? (Claro que não estou a pensar no PS, Seguro não conta, esse aguarda, com bovina paciência, a sua vez de ocupar a cadeira que já foi de Salazar, não a que o matou, infelizmente a essa a governanta do governante deu-lhe sumiço, a serventia que não teria agora). Porque deixam, sem rebuliço de maior, que os serventes da troika, os serventuários da Merkel imperial, façam o que lhes dá na real gana, comprometendo irremediavelmente o futuro de Portugal, o nosso futuro?

Quem lhes arreia? Quem os apeia? Quem lhes dá um pontapé no sítio onde lhes crescem as almorróidas e por onde brotam os mesmíssimos sedimentos que, das iluminadas cachimónias, se lhes esvaem numa fétida evacuação de matéria fecal?

Quem prepara o clíster? Quem puxa o autoclismo? Quem maneja o piaçaba? Quem fornece a creolina? Quem os manda bardamerda?!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora