fuck you!


Confesso. Já não suporto as fronhas e as vozes de Pedrito Coelho e Seus Amigos. Não os de qualquer série baseada nos livros de Beatrix Potter, mas os da série do serial killer que se diz um homem sério. 

A sério. A televisão só se liga, cá em casa, fora das horas das notícias. Os canais de informação são alvo de apressado zapping. Os debates, mesas-redondas e espaços publicitários dos comentadores políticos cá do burgo, e eles multiplicam-se como ratazanas num esgoto, foram banidos, proibidos, expurgados da pantalha. Antes que restaurem a censura, imponho-a eu. O blackout. O recolher obrigatório. O estado de sítio.

Quando o Coelho der de frosques, avisem-me. Não o vou saber por jornais, telejornais e demais órgãos de propaganda oficial do monturo.

Correndo o risco de vos parecer infantil e ordinário: fuck mesmo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora