tiros no porta-aviões, submarinos ao fundo e o pequeno zagalote


Portas diz que as exportações são os porta-aviões da Economia. Não quereria dizer antes submarinos? Ou para o ministro, que já foi da Defesa, porta-aviões e submarinos são uma e a mesma coisa? Mas se, ao que parece, os porta-aviões se exportam e, por outro lado, os submarinos se importam, como é que o ministro que superintende na Economia pode confundir exportações com importações? E porquê porta-aviões? Porque não fragatas, corvetas, contra-torpedeiros? E porque têm que estar no mar e não no ar ou até mesmo em terra? Por que razão não são, as exportações, os bombardeiros da Economia? Ou as metralhadoras da Economia? E Paulo Portas? Será ele a bazuca do governo, uma granada de mão ou um irrisório zagalote?

Salvem-me. Estou a ensandecer. Ou Portas não sabe o que diz ou eu não sei o que pensar de Portas.

Saber até sei. Mas não digo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

a assunção da canalhice

oxalá me engane!