19/12/14

a desenvolvida musculatura da democracia portuguesa

Continuo na minha e daqui não saio nem daqui alguém me tira: estamos na merda, desculpem lá o vocábulo mas poucos ou nenhuns se lhe comparam.

Estamos na merda. O governo, ao que tudo indica ilegalmente, decreta a requisição civil dos trabalhadores da TAP. Coelho, Lima e o magriço secretário de Estado dos Transportes, de quem não me lembra o nome nem isso interessa porque é criatura que não vai ficar na História, exibem os admiráveis músculos e os desenvolvidos peitorais perante um país de cócoras.

Estamos na merda. Nunca tantos casos de polícia, a grande maioria (repito: a grande maioria) ligados a gente do PSD, vieram a lume. Sentimos que fomos governados por bandidos e bandalhos e duvido muito que o fenómeno seja d'outrora.

Estamos na merda. Ontem o Sr. Perna, motorista de Sócrates, pediu para ser ouvido pelo douto juiz. Hoje, foi-lhe concedida prisão domiciliária em vez de preventiva. Que terá dito ou prometido dizer em tribunal para que a benevolência natalícia lhe tivesse calhado no sapatinho? Por outro lado, Sócrates está impedido de se defender publicamente e até o seu advogado se tornou numa sombra daquilo que era há coisa de dias, não diz nada, não pode dizer nada, ai o segredo de justiça, ai a Ordem que o mete na ordem, ai a democracia de merda, ai a merda desta "democracia".

Sem comentários: