um esforçado servidor da china

http://expresso.sapo.pt/
E quem diz da China, diz de Angola, da Rússia, da Guiné Equatorial, do Dubai, das grandes democracias que, gulosamente, nos contemplam. Com estes países fazemos negócio, vendemos empresas, estilhaçamos património. Se houver Justiça, e acredito que algum dia existirá alguma coisa digna desse nome, muitos terão que ser julgados por traição à Pátria.  Mas, enquanto o juízo final não chega, vamos sendo delapidados, trucidados por uma máquina devoradora e impiedosa, comandada pelas hostes deslumbradas do PSD e do CDS. Não foi para isto que se fez Abril.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

a assunção da canalhice

oxalá me engane!