os proscritos prescritos


Vão abrir-se as Portas à impunidade, não sei se estão a ver onde quero chegar mas, agora que vivemos em fascismo requentado, todo o cuidado com as palavras é pouco e é aconselhável. Ao que parece, o caso dos submarinos vai prescrever. Se isto não o indigna, caro leitor ou leitora, saiba que está a pagar os milhões desviados em luvas, tal como está a pagar as fraudes no BPN e os demais cambalachos de que nunca se chegará a saber. A culpa em Portugal não morre solteira. Morre fornicada por todos os corruptos que andam à solta ou dão à sola.

Pobre e podre, prescreva-se o País também.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho