je suis maria joão


Je suis Maria João e também eu sou vitima de terrorismo.

Sou só mais uma. Uma, de entre milhares e milhares de Portugueses, que todos os dias vêm posta em causa a sua sobrevivência, a sua Vida, e que a tantos já levou à Morte. E isso só tem um nome… TERRORISMO.

Se condeno o miserável acto de barbárie dos atentados em França? Claro que Sim, que condeno, e lamento, deixando já aqui expresso o meu respeito pelas vitimas e apresentando a minha solidariedade aos seus familiares. No entanto não posso pactuar com a falsidade e oportunismo dos Estados Europeus, do Mundo, e dos seus representantes, que nos últimos dias tanto têm sido Charlie’s.

Passos Coelho por exemplo, foi apresentar condolências aos familiares das quatro pessoas que recentemente morreram por falta de assistência médica nos serviços de urgência dos hospitais portugueses? Pois… bem me pareceu que Não. Um acto de TERRORISMO também é estar 9 horas numa urgência do hospital sem ter qualquer assistência médica, e morrer sem ninguém dar por isso.

Contudo, Passos Coelho está agora em Paris a ser mais um Charlie no meio de tantos outros.

E a Assunção Esteves também lá vai estar a ser mais uma Charlie, porque neste momento se encontra muito chocada com o atentado à liberdade de expressão. A mesma senhora que há meses atrás também roubou a minha Liberdade de Expressão, quando mandou a policia expulsar-me da galeria da Assembleia da Republica, onde eu estava educadamente, note-se que eu disse educadamente, a exercer o meu Direito de Liberdade de Expressão ao dizer aquilo que sinto e que me vai na alma,pelos verdadeiros Atentados que são feitos diariamente às nossas Vidas. Nesse dia… eu pedia a construção de um Hospital para o Seixal... Criminoso, não é? A Assunção Esteves, que agora está tão chocada com esta falta de respeito, é a mesma que disse que os que faziam “barulho”, eu incluída, nas bancadas do povo eram os CARRASCOS. Porra pá… logo agora, que eu estava também a pensar em ser Charlie… mesmo sem saber fazer cartoons.

“Charlie’s” terão de ser todos aqueles que lutam diariamente por um país e um mundo melhor. São todos aqueles que dão voz a quem não tem voz. Pão a quem tem fome. Tecto a quem dorme na rua. Saúde a quem está doente.

E assim sendo, e como a dita senhora decidiu anteriormente que eu seria somente mais um Carrasco da Democracia, Je suis simplesmente Maria João. Até porque, assim como assim, e confessando a minha ignorância digo-vos já, e creio que tal como muitos de vós, nunca tinha ouvido falar do Charlie Hebdo antes do ataque. Fica contudo aqui a minha certeza. A certeza de que Continuarei a Luta sem ceder ao Medo… tal qual todos os Povos que cheiram diariamente a morte imposta pelos donos do mundo.

Vamos à Luta Charlie's Portugueses? É que não estamos livres de sermos a próxima vitima de Terrorismo e morrer ao fim de 9 horas de espera, em qualquer hospital do nosso país.

Contra o Terrorismo Estarei Sempre, começando o seu combate no meu próprio País.

Autor: Maria João Santos (https://www.facebook.com/majoevolsa?fref=ufi)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!