foi, deu-se!

Sócrates, segundo o "Sol", terá mandado comprar milhares de exemplares do seu livro para fazer dele um best-seller. Passos Coelho não comprou mas mandou oferecer o seu através do mesmíssimo pasquim. Passos à borla. 

Foi, deu-se. 

Como se fosse um porta-chaves, um isqueiro, uma lapiseira, um avental, uma t-shirt, numa campanha que lhe vai sair cara.

Foi, deu-se. Ainda se dá. Aproveite!



Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho