os cortes são a nossa cruz

Corte-se tudo o que não dê dinheiro. Corte-se nos medicamentos, em médicos, em enfermeiros, em infraestruturas. Cortem-se cursos, cortem-se bolsas, corte-se em professores. Cortem-se subsídios aos mais pobres. Crucifique-se, sacrifique-se, aniquile-se essa gente não sem que antes paguem o funeral com impostos, taxas, emolumentos, multas, juros de mora, contribuições, custas, custos. Jesus morreu na cruz por elas. Agora, que morram elas por quem, na verdade, faz avançar o mundo. Quem merece viver.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!