protesto com nota máxima

Nos últimos dias, os espanhóis têm-se servido de notas de euro para fazer vingar o seu protesto contra as medidas de austeridade impostas pela comissão liquidatária do País, presidida pelo senhor Rajoy sob as ordens dos mercados, sacrossantos, omnipresentes, omnipotentes, os novos deuses na Terra. Se os povos não se revoltam enquanto é tempo, em uníssono, qualquer dia mais não seremos do que esfregonas na mão destes empregadotes, de Passos a Rajoy, que o capitalismo elegeu para fazerem a limpeza do sistema, sem solidariedade a não ser a imposta pela caridade dos cínicos. 








Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho