isto afinal não está mau, só está mao

Afinal, segundo António Costa, o País está melhor do que há quatro anos. Para dizer isto, não precisávamos de Costa, bastava-nos Montenegro que esse, ao menos, sempre lá ia dizendo que os portugueses estão piores.

E disse isto, o Costa do Pelourinho, perante uma plateia de chineses a quem agradeceu a forma como têm investido em Portugal (através da utilização do País como uma reles lavandaria de bairro para lhes enxaguar o pilim mal ganho, não mais do que isto).

Como nenhum chinês faz fortuna com o seu trabalho - o regime não deixa enriquecer por mérito próprio mas só por demérito do sistema pseudo comunista -, assumo que o Costa do Rato ande aos salamaleques com gente pouco recomendável. Logo, Costa tornou-se, também ele, um ser pouco recomendável.

Claro que o Costa nos virá explicar que foi mal interpretado. Mas os danos são já irreparáveis. Resta-me a esperança de que o dislate não favoreça a coligação no poder. E a certeza de que, mais PS, menos PSD ou CDS, não passaremos da cepa torta enquanto esta trupe for a mais votada pelos que, fora dos períodos eleitoras, são votados ao desprezo.

Pobre País.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

a assunção da canalhice

oxalá me engane!